Pai de Marcelinho Carioca morre
Instagram
Pai de Marcelinho Carioca morre

Adilson Surcin da Silva, pai do ex-jogador do Corinthians Marcelinho Carioca, faleceu nesta quarta-feira (2). Em publicação nas redes sociais, o craque prestou uma homenagem ao pai e agradeceu por todos os ensinamentos. A causa da morte não foi revelada. A reportagem do IG Esportes tentou contato com a assessoria do jogador, porém, não obteve resposta.


- Pai, minha referência, meu amor e meu herói para sempre. Muito obrigado pelos ensinamentos, por todo aprendizado e cuidado com a nossa família. Te amo e amarei eternamente - disse Marcelinho. 

Em entrevista ao SporTV, em 2019, o ídolo corintiano se emocionou ao falar sobre a ligação com pai. O craque relembrou sua estreia pelo Flamengo contra o Fluminense, aos 16 anos, onde o pai trabalhava no estádio como gari no dia da partida.

Você viu?

- Acabou o jogo eu falei: 'Pai, eu venci, falei que ia jogar no Maracanã com a camisa do Flamengo e dei o passe para a vitória". Ele disse: "Você deu meio passe". Voltei de trem com ele e ninguém sabia. Ele disse: 'Quero os estudos na minha mão. Você não mudou a vida de ninguém, tem 16 anos'. O maior troféu que entreguei a ele foi o diploma.

O ex-jogador publicou nos stories um vídeo em lágrimas lamentando a perda do pai.

Há duas semanas, Marcelinho compartilhou um vídeo em seu Instagram celebrando o aniversário do pai.

- Hoje comemoro o aniversário do meu herói, minha referência e amor eterno, meu Paizão Adilson Surcin. Obrigado por todo ensinamento e educação Pai. Parabéns, felicidades e muitos anos de vida. 

Marcelinho é considerado um dos maiores ídolos da história do Corinthians. Pelo clube, o meia conquistou 4 Campeonatos Paulistas (1995, 97, 99 e 2001), 1 Copa do Brasil (1995), 2 Campeonatos Brasileiros (1998 e 99) e 1 Mundial de Clubes (2000). O ex-jogador também coleciona passagens por Flamengo, Santos, Valência e São Caetano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários