Raí fez duras críticas contra Jair Bolsonaro
Divulgação / São Paulo
Raí fez duras críticas contra Jair Bolsonaro

O ex-jogador de futebol Raí publicou um artigo no jornal francês "Le Monde" falando sobre a pandemia no Brasil e criticando o atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O paulista de 56 anos teve seu texto divulgado na última quarta-feira em um dos diários mais respeitados na Europa, criado em 1944.

"Além da "Peste" biológica, epidemia pessimamente gerida, causadora da maior crise sanitária da história do Brasil, temos outro mal, que no longo prazo pode deixar terríveis sequelas ainda mais profundas. A peste antidiplomática que nos isola, a peste que corrói a Amazônia, o meio ambiente e persegue os que a protegem, o mal que distancia a vigilância e permite passar a boiada, aceita garimpos em reservas indígenas, que prefere troncos deitados a vê-los em pé, vivos, pragas cúmplices dos responsáveis por estes crimes. Também a peste que castra liberdades, ameaça a democracia e resgata a censura, a peste preconceituosa que promove a intolerância, a homofobia, o machismo e a violência", diz um trecho do texto escrito por Raí, que se descreve como ativista e empreendedor social.

"O Brasil acima de tudo e Deus acima de todos. Este era o slogan da última campanha presidencial, esta que acompanhou a vitória do inominável. Alguns de nós já imaginávamos que por detrás destas palavras, se escondia a carne do mal coberta pela fake pele de um fake salvador da pátria", afirma o ex-jogador em outro trecho.

Além de criticar a postura do presidente diante o enfrentamento à pandemia, Raí defende o uso da vacina:

"Vacina sim! Ele não! Ele nunca mais! Fora Bolsonaro! Caso contrário, nos tornaremos a nossa própria peste".

Raí foi ídolo no São Paulo e muito respeitado na França, onde atuou pelo PSG nos anos 1990. O meia também foi campeão da Copa do Mundo de 1994 pela seleção brasileira.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários