Aquidauanense e Águia Negra foi marcado por cenas lamentáveis
Reprodução
Aquidauanense e Águia Negra foi marcado por cenas lamentáveis

O jogo entre Aquidauanense e Águia Negra, realizado na tarde desta quinta-feira (15), pelo Campeonato Mato-grossense, foi marcado por cenas lamentáveis.

Aos 27 minutos do segundo tempo, uma confusão generalizada começou e a Polícia Militar foi chamada para controlar a situação. Contudo, a intervenção deixou os ânimos ainda mais aflorados. De acordo com informações da Rádio Avenida FM, um tiro de borracha dado por um policial em direção do meia Rafael Xavier, do Águia Negra, teria incendiado ainda mais a confusão.


Imagens da transmissão mostram policiais correndo atrás do zagueiro Virgulino, também do Águia Negra. Em seguida, as autoridades deram voz de prisão ao atleta por desacato. Com isso, o árbitro tomou a decisão de encerrar a partida alegando falta de segurança.

Porém, após conversar com os capitães dos dois times, o árbitro voltou atrás e retomou o jogo. A Polícia Militar ainda confirmou que Rafael Xavier e Virgulino serão levados para a delegacia após a partida para serem autuados.

A bola voltou a rolar no Estádio Noroeste e o Aquidauanense garantiu a vitória por 3 a 1 sobre o Águia Negra, que é o atual campeão sul-mato-grossense, e acabou eliminado da competição.

O Presidente do Águia Negra, Iliê Vidal, confirmou que o jogador Rafael Xavier não ficou ferido. O tiro não acertou o jogador.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários