Mallu Ohanna e Dudu
Reprodução/Instagram
Mallu Ohanna e Dudu

O Ministério Público de São Paulo pediu para que Mallu Ohanna , ex-mulher do jogador Dudu , ex-estrela do Palmeiras . O jogador respondia por uma denúncia de agressão física feita por parte de Mallu  e foi inocentado por falta de provas.

O promotor Allyson Fernando Venega Coradini, substituto da Vara Central de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do estado de São Paulo entrou, no último dia 18, com um pedido de processo de acusação de falso testemunho direcionado para duas amigas de Mallu. As perícias das imagens mostraram que a agressão, na verdade, partiu de Mallu e não do Dudu.

“[O relatório final conclui que foram] observadas incongruências nos relatos da vítima e testemunhas que indicou, em confronto com o conjunto probatório produzido, durante a investigação, conclui-se não ser possível afirmar com certeza que as lesões leves ostentadas pela vítima foram causadas pelo investigado, contudo, em sentido contrário, pode-se afirmar seguramente que as lesões apresentadas pelo investigado foram praticadas pela vítima", disse o promotor.

Após ter inocência provada, o MP sugeriu que Dudu entrasse com um processo por injúria e dano ao patrimônio contra Mallu , que teria danificado seu carro com chutes.

Um outro processo foi sugerido por parte da Ex-BBB Munik Nunes, ex-namorada do jogador, que teria sido ameaçada por Mallu Ohanna. Além disso, um quarto procedimento pode ser aberto por parte de Paula Caroline Campos e Silva, atual namorada do jogador que afirma que a ex-esposa a estaria perseguindo nas redes sociais.

Você viu?

O jogador afirmou, em nota, que "a decisão do MP acompanha o inquérito policial, baseado em perícias, depoimentos e provas que jamais se confrontaram com a versão de inocência do jogador".





    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários