Hernán Crespo, técnico do Defensa y Justicia
Divulgação
Hernán Crespo, técnico do Defensa y Justicia

Segundo o jornalista Marcelo Baseggio, da Gazeta Esportiva, Hernán Crespo não será contratado pelo São Paulo para substituir Fernando Diniz. A equipe do presidente Julio Casares entrevistou o ex-jogador argentino, atual campeão da Copa Sul-Americana pelo Defensa y Justicia , por videoconferência na última quinta-feira (4), e considerou que ele não tem o melhor perfil para a vaga. O técnico também interessa ao Santos e à seleção chilena. 

Durante sua trajetória na Sul-Americana , a equipe do Defensa y Justicia liderada por Hernán Crespo eliminou o Vasco nas oitavas de final. O jogo na Argentina terminou com empate de 1 a 1, mas o Defensa y Justicia acabou vencendo o Gigante da Colina por 1 a 0 no confronto no Estádio São Januário.

Nas quartas de final, o Defensa y Justicia desbancou outro brasileiro, o Bahia . O jogo em Salvador terminou com placar de 3 a 2 para os argentinos. Em seu país, o time liderado pro Crespo venceu o Bahia por 1 a 0, garantindo vaga na semifinal.

Após dois confrontos apertados, o Defensa y Justicia de Crespo respirou ao enfrentar o Coquimbo Unido , time chileno sem tradição internacional, que chegou à semifinal como azarão. Após empate por 0 a 0 no Chile, a equipe argentina venceu em casa por 4 a 2.

A trajetória do Defensa y Justicia na Copa Sul-Americana terminou com uma vitória maiúscula, por 3 a 0, contra o conterrâneo Lanús . Braian Romero, atacante da equipe de Crespo, foi o artilheiro da competição, com 10 gols.

Antes de liderar o Defensa y Justicia , Hernán Crespo também foi técnico do Modena, da Itália, e do Banfield, da Argentina. Como jogador, o atacante teve passagens marcantes por Genoa, Milan, Chelsea, Inter de Milão, Lazio, Parma e River Plate.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários