Lance

Sub-17
Reprodução
Sub-17


Você viu?

Os nove jogadores expulsos na final do Campeonato Brasileiro Sub-17, entre Athletico-PR e Fluminense , foram denunciados pela Procuradoria do STJD, nesta segunda-feira. Nos minutos finais da partida, que consagrou o Tricolor como campeão, houve uma pancadaria generalizada, com direito a uma voadora de João Gabriel Miquelim, do time paranaense, no rosto de João Neto, do Flu, que ainda recebeu chutes de Vinicius Amaral enquanto estava caído.

As penas destes dois atletas do Furacão podem chegar a até 36 partidas. A sessão de instrução e julgamento será realizada por videoconferência na sexta-feira, dia 5 de fevereiro, às 10h, no plenário virtual da entidade.

Os denunciados são: Ataíde, João Gabriel Miquelim, Renan, Vinicius Amaral e Vitor do Carmo, do Athletico-PR, e Alexsander, Eduardo, Metinho e João Neto, do Fluminense. O clube carioca também será julgado, mas por ter atrasado a volta ao campo.

Entenda cada caso:

- Athletico-PR:

João Gabriel Miquelim, que desferiu uma voadora no rosto de João Neto, do Fluminense, e Vinicius Amaral, que agrediu o jogador tricolor no chão, foram denunciados três vezes no Artigo 254-A, §1º, I do CBJD. Eles podem pegar uma pena que varia de quatro a trinta e seis jogos de suspensão.

Neste mesmo artigo, que trata de agressão física, foram denunciados Leonardo Ataide e Vitor do Carmo, podendo pegar um gancho de quatro a 12 jogos. Já Renan Rodrigues foi denunciado no Art. 254-A§1º,I em concurso com Art.258,§2º, inciso II, ambos do CBJD, por conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva, podendo pegar de quatro a 18 partidas de suspensão.

- Fluminense:

Aleksander, Eduardo e João Neto foram denunciados no Artigo 254-A, §1º, I do CBJD, por praticar agressão física, com pena de quatro a doze partidas. Já Metinho responderá, além do artigo já citado, também pelo Artigo 258, §2º, conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva, podendo pegar de quatro a dezoito jogos de suspensão. O Fluminense foi enquadrado no Artigo 206 por atraso do início da realização de partida. A multa pode ser de R$ 100,00 (cem reais) até R$ 1.000,00 (mil reais) por minuto.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários