Lance

Morquio
Twitter
Morquio


O ex-jogador da Seleção uruguaia  e herói do Huracán nos anos 2000, Sebastián Morquio pediu trabalho em seu Twitter após ficar 30 dias preso por suspeita de agredir sua mãe. O ex-zagueir o explicou sua situação no diário argentino Olé e como teve a ideia de pedir emprego nas redes sociais.



 "Procuro trabalho. Quem souber de alguma coisa, me chame por aqui. Obrigado. Se for de futebol , melhor", disse o ex-zagueiro no dia do seu aniversário no Twitter. Ao diário Olé , Sebastián explicou como foi seu período de 30 dias na prisão.

"Minha mãe me trouxe dinheiro, comida e roupas para a prisão, mas nunca chegaram. Ela confiou nas pessoas erradas. E, durante aquele mês, meus colegas internos não me deixaram morrer. Se Fernando Locaso (médico do Huracán ) me ouvir, vai me entender mais do que ninguém, porque sabe que não gosto de leite de jeito nenhum. Mas, claro, lá eu bebi leite em pó como um louco. Repeti duas vezes a porção da comida, lá dentro me disseram "lá vai a gula pedir". A verdade é que tirei umas férias durante 30 dias", explicou o ex-zagueiro. 


Veja abaixo o tuíte original de Sebastián:

Você viu?

Sebastián Morquio foi preso após seu vizinho ligar para polícia ao ver sua mãe com o rosto machucado. De acordo com o ex-atleta, seu cachorro a arranhou ​enquanto brincavam. Hoje, o ex-zagueiro fala sobre seu desejo de trabalhar no Huracán, clube que ele ajudou a levar de volta a elite do futebol argentino em 2000.

"Eu gostaria muito de poder trabalhar em Huracán ou onde quer que esteja ligado ao futebol profissional. Mesmo assim, eles estão em um ano político no clube e prefiro ficar à margem. Mas sim, eu adoraria voltar para a Argentina", contou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários