Lance

Lugano
Reprodução
Lugano


O ex-zagueiro uruguaio Diego Lugano comentou sobre a sua saída do cargo de superintendente de relações institucionais do São Paulo . A informação foi dada hoje pelo atual mandatário Julio Casares , em entrevista coletiva. O contrato do ídolo são-paulino terminou no dia 31 de dezembro, último dia da gestão Leco.




"Tudo na vida é transitório. Tive no São Paulo minha meia década de jogador, onde cresci como homem e profissional. Por último agora vivi no clube meus derradeiros anos como atleta e os primeiros numa função em que pude conhecer mais profundamente o “Universo São Paulo”", escreveu Lugano em suas redes sociais. 

Durante sua passagem como dirigente do São Paulo , Lugano chamou atenção pelas reclamações contra a arbitragem em jogos polêmicos e na ajuda nas contratações do lateral-direito Juanfran e do atacante Gonzalo Carneiro . Ele aproveitou para agradecer a experiência e ressaltar o carinho pela instituição.

"Sou muito grato a todos que conviveram comigo, dando-me a confiança e o amparo para exercer o novo ofício. Pois bem. O ciclo fechou-se, o nosso tricolor passa por um momento de transição administrativa, e, pelo meu lado, novos desafios e compromissos também me chamam. As relações humanas, mesmo as mais distantes, podem eternizar-se. O carinho e o respeito que dou e recebo dos São-Paulinos certamente são para sempre", completou Lugano .

Casares comentou sobre a saída de Lugano do cargo e ressaltou que as portas dele estão abertas para algum aconselhamento.

"A relação dele terminou no ano passado, mas uma relação que terminou juridicamente. A relação como ídolo, como são-paulino, continuará. Ele nos ajudará com sua representatividade. Hoje temos um novo time, com metas, propostas, mas o Lugano estará sempre no nosso foco, tive uma conversa com ele, um grande amigo, nos aconselharemos sempre que necessário", disse nesta segunda-feira.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários