Lance

Robinho
Ivan Storti
Robinho

O técnico Cuca saiu em defesa do atacante Robinho,  contratado pelo Santos no último sábado (10), e que é condenado em primeira instância pelo crime de violência sexual , ainda sem sentença final e que a defesa do atleta nega que tenha acontecido. 

Antes da derrota por 1 a 0 para o Atlético-GO, nesta quarta-feira (14), a Orthopride, empresa de serviços ortopédicos que era parceira do Peixe, rompeu com o clube, por conta da contratação  do jogador.

O “Rei das Pedaladas” tem treinado com o elenco desde a última terça-feira (13) e esteve presente na Vila Belmiro, para acompanhar o revés sofrido pelo Alvinegro . O jogador chegou a ir ao vestiário no intervalo do jogo.

Questionado pela reportagem em entrevista coletiva virtual sobre se a presença dele entre os dois tempo teve alguma influência direta ou ficou apenas na representação, o treinador santista foi cauteloso em falar sobre o atleta, mas o defendeu e elogiou o caráter do agora comandado.

– Essa é uma situação pra ter um tempo maior para falar e falar exclusivamente desse tema. Eu acho que agora não é hora pra gente falar desse tema. Tivemos bastantes conversas, diversas pessoas do clube em cima dele e é uma tema pra gente falar com mais calma. Mas ele pra mim é uma pessoa maravilhosa, é um exemplo de jogador, sempre foi corretíssimo em todas as atitudes que ele teve, a gente não tem um momento da carreira do Robinho que ela deva ser denegrida – afirmou Cuca.

– Tem o episódio fora do campo que está sob judice e a gente tem que aguardar. Agora, é um tema pra gente conversar com mais calma. Eu particularmente o que puder faze pra ajudar o Robinho em vida eu vou fazer – acrescentou.

Robinho já está regularizado, mas espera a aprovação do Conselho Deliberativo para poder atuar. Enquanto isso, o jogador se recondiciona fisicamente, j á que está parado desde agosto, quando findou o seu contrato com o Instambul Basaksehir (TUR) .

    Veja Também

      Mostrar mais