Lance


Everson
Ivan Storti/Santos
Everson, goleiro do Santos

A Justiça negou a liminar para o goleiro Everson deixar o Santos , segundo o 'Blog do Rodrigo Mattos', do portal 'UOL'. De acordo com a publicação, o pedido do goleiro foi negado duas vezes pelo tribunal. O jogador pode recorrer da decisão em segunda instância. Vale lembrar que o processo corre em segredo de Justiça.



No último domingo, o goleiro entrou na Justiça contra o Alvinegro Praiano solicitando a rescisão do seu contrato, alegando cinco meses de direitos de imagem atrasado, além dos três meses de redução salarial de 70% dos salários em carteira, sem o consentimento dos jogadores.

Conforme antecipado pelo L!, Éverson, ao lado de Pará, Luiz Felipe, Carlos Sánchez e Marinho, liderava o elenco nas negociações com a diretoria para um consenso na redução. A cúpula santista busca manter a redução em 70%, mas com o ressarcimento de parte do valor no futuro. Pessoas próximas ao goleiro disseram à reportagem na ocasião, que a medida tomada pelo camisa 22 era esperada, mas que houve surpresa pela atitude neste momento.

Outro que entrou na Justiça contra o Santos foi o atacante Eduardo Sasha, alegando os mesmos argumentos de Everson. O processo corre na Justiça.

    Veja Também

      Mostrar mais