Lance

Vampeta na capa da revista G
Reprodução
Vampeta na capa da revista G

Depois que o deputado estadual de São Paulo Douglas Garcia resolveu abrir um espaço de contato para receber denúncias dos cidadãos sobre ações indevidas de torcedores que se uniram para se manifestar no último domingo, em São Paulo,  o bolsonarista recebeu, na verdade, uma chuva de fotos íntimas do ídolo do Corinthians Vampeta.

A atitude dos internautas, que se juntaram em campanha nas redes, fez os torcedores lembrarem da histórica revista do "Velho Vamp". Enquanto muitos jovens sequer sabiam das imagens, outra grande parte gostou de recordar a edição que marcou por ser inédito para à época. Em 1999, Vampeta quebrou um tabu e se tornou um dos primeiros atletas do futebol brasileiro a posar completamente pelado.

Em entrevista à "Rádio Jovem Pan", em 2019, Vampeta confessou que o principal motivo da decisão dele estampar a capa da revista " G Magazine ", voltada ao público homossexual foi a bolada que ele receberia. Com o dinheiro, o ex-jogador disse que reforçou um cinema na cidade dele em Nazaré. Segundo ele, as fotos lhe renderam uma quantia de R$ 80 mil.

Leia também: Deputado fala sobre campanha com nu de Vampeta: ‘não faz meu tipo’

Segundo Ana Fadigas, diretora da "G Magazine" na época, as vendas da revista foram um "sucesso total". Quando os números chegaram aos mais de 130 mil exemplares vendidos, o jogador do Corinthians, aos 24 anos, participou de uma festa luxuosa para celebrar a marca.

Vampeta em ensaio nu
Reprodução / G Magazine
Vampeta em ensaio nu

- A minha família foi incrível, minha avó principalmente. Quando ela viu as fotos, ela disse: "Tem que mostrar mesmo, tem que tirar" - afirmou o atleta em entrevista à "Globo" no mesmo ano. Foi uma chuva de autógrafos na revista.

No livro "Vampeta: memórias do Velho Vamp", o ex-volante abriu o jogo e contou alguns dos momentos inéditos dos bastidores daquelas fotos. Leia um trecho escrito por Vampeta.

- O Alex, que era dançarino do grupo "Quebradeira", posou nu. Aí saiu um papo na rodinha em que a gente estava. Disseram que um jogador de futebol jamais teria coragem para isso. Na mesma hora falei: "Me dá 50, 80 mil reais que eu saio na hora". Aí um cara que era dono, ou amigo do dono da revista pegou o talão de cheques e me deu. Peguei na hora, pois era três vezes mais do que eu ganhava por mês no Corinthians

O episódio chegou a gerar um debate na sociedade brasileira. Não era comum que atletas participassem de revistas posando nu e a atitude de Vampeta também virou assunto entre os homens. Antes da virada do século, ainda é possível verificar que especialistas em sexo buscavam analisar como o esteriótipo da imagem masculina vinha se modernizando.

Atualmente, é frequente que os próprios jogadores usam de sua estética para ganhar espaço na mídia. David Beckham e Cristiano Ronaldo são dois exemplos de atletas que chegaram receber xingamentos homossexuais por cuidarem de seu corpo. 

    Veja Também

      Mostrar mais