pedrinho
Reprodução/ Instagram
O meia Pedrinho não faz mais parte do elenco do Corinthians

Desde o último mês de março, o meia Pedrinho é oficialmente jogador do Benfica. Porém, mesmo com a negociação selada, exames feitos e o contrato assinado com o novo clube, existia uma expectativa pela permanência do atleta por mais um período no Corinthians , conseguindo se despedir, em campo, da Fiel Torcida.

Leia também: Favorável à volta do futebol, Ministério da Saúde alerta CBF sobre testes da Covid-19

Entretanto, com o campeonato estadual suspenso e sem a certeza de um retorno, apesar do interesse de alguns setores em antecipar essa volta, a chance de o torcedor alvinegro ver novamente o atleta com a camisa do clube é praticamente nula, informação confirmada pelo empresário do jogador. Em entrevista exclusiva ao iG , Will Dantas alegou ser “difícil” Pedrinho disputar mais algum jogo pelo clube.

“Eu queria que ele fizesse alguns jogos aqui no Brasil ainda, mas, com essa pandemia do coronavírus não vai ter jeito. Ninguém sabe ao certo quando volta as competições por aqui. Estou esperando para ver o que o Benfica vai falar, se querem que vá logo para Portugal ou se vão deixar ele no Brasil, mas, acho bem difícil o Pedrinho jogar pelo Corinthians de novo”, diz ele.

E completa: “Infelizmente tem coisas na vida que a gente não consegue prever. Esse vírus foi uma delas. O Pedrinho queria fazer algumas partidas pelo Corinthians, até pela gratidão que tem pelo clube, mas, infelizmente, essas coisas aconteceram e não foi do jeito que a gente queria”.

Como disputou o Pré-Olímpico entre janeiro e fevereiro, Pedrinho fez apenas quatro jogos pelo Corinthians esse ano. O último deles foi no empate em 1 a 1 com o Santo André, no dia 26 de fevereiro. Contra o Ituano, último jogo oficial do Corinthians antes da paralisação, o jogador não pôde participar, já que tinha viajado para Portugal para realizar exames no novo clube e foi obrigado a cumprir a quarentena imposta pelo Ministério da Saúde para quem retorna da Europa.

Em sua volta, inclusive, foi discutida a contratação de um seguro para que pudesse atuar pelo Corinthians na sequência do Paulistão, mas, por conta da pandemia, o documento não foi assinado. “Faríamos o seguro assim que voltamos de Portugal, mas, aí já teve o coronavírus e falaram que iria parar o campeonato. O Pedrinho chegou até a fazer os exames para fazer esse seguro e continuar jogando pelo Corinthians, mas, agora, deixamos isso para lá. Vamos fazer para que se ninguém sabe quando o futebol volta”, confirma Will, garantindo que Pedrinho não atuaria sem essa segurança. “Ele já é do Benfica, já assinou contrato, está tudo certo. Se fica sem seguro corre o risco de se machucar e aí atrapalha tudo”.

Oficialmente, o Benfica volta aos treinos nessa segunda-feira (4), privilegiando trabalhos individuais e com grupos divididos, além de testes frequentes para comprovar que nenhum jogador está infectado com o Covid-19. Diante da falta de futebol no Brasil, Will já vê com bons olhos uma ida rápida do jogador para Portugal.

“Falando com o pessoal do Benfica, eles acham melhor o Pedrinho já ir se ambientando no grupo. Também acho que é uma boa. Mas, vou esperar eles comunicarem. O que eles decidirem, para mim está bom”, conclui.

Vale lembrar que o campeonato português desse ano foi paralisado restando dez rodadas para o final e a Federação Portuguesa de Futebol, após reunião com os clubes, definiu que pretende terminar a competição até o início do mês de agosto, com os jogos sendo disputados com os portões fechados. Na última quinta-feira, o primeiro-ministro de Portugal, Antônio Costa, disse que a competição pode voltar já em 30 de maio e que a confirmação oficial deve sair após a permissão do Ministério da Saúde.

Pedrinho não pode atuar nessas partidas restantes, já que não foi inscrito em janeiro, e a ideia do Benfica é inscrevê-lo para a temporada 2020/21, que, de acordo com as últimas informações do país lusitano, deve começar no mês de outubro.

Leia também: Corinthians entra em acordo e corta 25% dos salários dos jogadores

O jovem foi vendido ao Benfica por 20 milhões de euros (R$ 120,6 milhões na cotação atual) e o Corinthians tem 70% do passe. A boa notícia é que a equipe alvinegra viu a quantia subir em cerca de R$ 10 milhões nos últimos dias. Isso se deu diante da grande variação cambial em relação ao dia 11 de março, quando foi anunciada oficialmente a venda ao clube português.

    Veja Também

      Mostrar mais