parque são jorge corinthians
Divulgação/Corinthians
Parque São Jorge, sede social do Corinthians, teve corte de energia elétrica após clube não pagar conta de luz

O Parque São Jorge, sede social do Corinthians, sofreu um 'apagão' neste fim de semana devido a um corte de energia elétrica após o clube não pagar a conta de luz do mês de março. O corte, segundo a Gazeta Esportiva , ocorreu na última sexta-feira (24), mas demorou a ser revelado.

Leia também: Mau exemplo: os jogadores que furaram a quarentena

A sede do Corinthians está fechada para os sócios do clube desde 18 de março, buscando evitar aglomerações em meio à pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), então o dano foi menor.

O Parque São Jorge tem sido iluminado apenas por geradores desde sexta, o que não é capaz de suprir as necessidades do clube, mesmo com a sede fechada para sócios.

Em nota oficial, o Corinthians confirmou o corte e alegou que houve um erro de logística causado pelas mudanças provocadas pelo isolamento social e as consequentes alterações na rotina de trabalho dos funcionários do clube. O clube disse que o fornecimento de energia elétrica deve retornar na segunda-feira.

Leia também: Drone, polêmica com o Barça e volta ao Corinthians: Malcom fala na quarentena

Desde o início de abril, o clube deu férias de 20 dias à funcionários da Arena e do clube social, mantendo somente setores estratégicos em home office.

Confira a nota oficial do Corinthians sobre o corte de luz

" O Sport Club Corinthians Paulista informa que em virtude da mudança na rotina de trabalho em home office devido à pandemia do Covid-19 houve um erro em função do rodízio de funcionários e foi suspenso o fornecimento de energia da sua sede. As tratativas com a Enel distribuidora foram encaminhadas na última sexta-feira (24), e o serviço deverá ser restabelecido na próxima segunda-feira (27). "

    Veja Também

      Mostrar mais