Lance

Em meio a pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2), Juninho Pernambucano revelou que vai ajudar um morador de rua que foi agredido em Sinop, no norte do Mato Grosso. O ex-jogador descobriu o caso através de um vídeo que circulava nas redes sociais e demonstrou insatisfação com a situação. Segundo ele, o morador se chama Anderson e é dependente químico.

Leia também: Veja o que pode acontecer com os estaduais após a paralisação

juninho pernambucano arrow-options
Divulgação
Juninho Pernambucano



No vídeo em questão, Anderson pedia dinheiro e logo depois foi agredido com um tapa. Comovido com a situação, Juninho Pernambucano procurou o professor de processo penal e advogado Rogério Pereira, que foi até a casa de Anderson. Ele será levado para uma clínica especializada em dependência química , onde ele ficará no mínimo três meses.

Leia também: Mauro Cezar sobre R10: Ronaldinho foi o melhor do mundo com preguiça'



O ex-jogador e ídolo do Vasco e Lyon, da França, também publicou um vídeo do Anderson agradecendo a ajuda na reabilitação. Juninho Pernambucano ainda revelou que o professor de processo penal e advogado Rogério Pereira não cobrará nada pelo futuro processo.

Leia também: Coronavírus: CEO de Tóquio-2020 não garante realização dos Jogos em 2021



    Leia tudo sobre: futebol

    Veja Também

      Mostrar mais