Allana Brittes%2C filha de Edison Brittes%2C o assassino de Daniel
Instagram
Allana Brittes, filha de Edison Brittes, o assassino de Daniel

Após passar cerca de 10 meses presa por envolvimento na morte do jogador Daniel Correa, Allana Brittes, filha do assassino confesso Edison Brittes , abriu uma loja de roupas online nas redes sociais. Pelo Instagram, a conta já chega perto dos 3 mil seguidores.

Leia também: Swing, divórcio, briga... o que apareceu de novo no Caso Daniel

O nome do perfil é "Brittesstore" e já conta com algumas demonstrações das peças. Na rede pessoal da jovem de 19 anos, ela bateu os 77 mil seguidores do Instagram - mídia que estava fechada até pouco tempo.

Ao saber da existência da loja, os internautas não perdoaram e fizeram comentários com piadas de duplo sentido, relacionando a loja de Allana Brittes com a morte do jogador.

Leia também: Allana Brittes quebra o silêncio: "Quem procurou tudo isso foi o próprio Daniel"

Alguns comentários maldosos são "ofertas de matar", "look assassino", "look top para ir numa festinha na casa dos Brittes e sair de lá morto" e "tem como você fatiar, esquartejar, dividir esse preço no cartão?", entre outras piadas.

Ver essa foto no Instagram

⚫️Black Friday⚫️ 🎀Calça de renda🎀 💰💳R$49,99

Uma publicação compartilhada por @ brittesstore em



Allana Bittes era dona da festa que antecedeu a morte de Daniel. Após deixar a prisão por decisão judicial, ela decidiu entrar no universo das vendas digitais.

RELEMBRE O CASO

O empresário Edison Brittes assumiu, em depoimento à polícia, ter matado o jogador Daniel Correia, de 24 anos. O caso aconteceu na madrugada do dia 27 de outubro do ano passado, na casa da família Brittes, na região metropolitana de Curitiba.

Edison alegou que defendia a esposa Cristiana de suposto estupro de Daniel, que estava no quarto do casal.

Leia também: Em liberdade, Cris Brittes não quer voltar à casa onde Daniel foi espancado

Para a Polícia Civil e o Ministério Público, não houve estupro. São sete os acusados, sendo que seis deles respondem em liberdade - apenas Edison está preso.

Daniel estava atuando no São Bento, emprestado pelo São Paulo. O jogador também teve passagens por Coritiba e Botafogo.

    Veja Também

      Mostrar mais