Lance

Lance

Sasha e Jorge discutiram no clássico entre Santos e São Paulo
Reprodução
Sasha e Jorge discutiram no clássico entre Santos e São Paulo

O atacante Eduardo Sasha não foge de polêmicas no Santos. Depois de comentar sobre as discussões com Luan, do Grêmio no ano passado, o camisa 27 falou sobre o atrito que teve com o companheiro Jorge no empate com o São Paulo, em 1 a 1, no último sábado, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. O centroavante afirmou que perdeu o respeito pelo lateral-esquerdo.

Leia também: São Paulo tem interesse em Sampaoli, revela jornalista

A discussão aconteceu no primeiro tempo. Jorge fez jogada individual pela esquerda, chutou, mas a bola foi longe do gol. Indignado, Sasha reclamou veementemente com o defensor, que respondeu com um leve tapa no rosto do camisa 27.

Sasha gostaria de ter revidado 'com um soco na cara', mas se controlou para não ser expulso. 

- Admito, fiquei realmente muito chateado por eu ser um cara que respeito muito as pessoas, principalmente meus companheiros. A minha vontade, na hora, foi de ter dado um soco na cara dele, mas o profissionalismo falou mais alto. Se eu reagisse de cabeça quente eu ia prejudicar minha equipe. Depois do jogo ele acabou pedindo desculpa a mim e meus companheiros. O carinho e a admiração que eu tinha por ele acabou neste momento - falou o camisa 27, em entrevista coletiva, nesta segunda-feira, no CT Rei Pelé. 

Leia também: De olho no Barcelona, Neymar se nega a renovar contrato com o PSG

- Foi um lance, eu entendi, mas poderia estar errado. Se eu não me engano, estava sozinho e poderia ter efetuado o passe para mim. Acabei reclamando, mas ele acabou se excedendo no calor do jogo. Se eu tivesse a atitude de reagir no calor do jogo todo grupo seria prejudicado, porque o juiz expulsaria. Com o tempo aprendi a ter calma. Foi a melhor coisa que eu fiz - acrescentou.

Segundo Sasha, Jorge pediu desculpas a ele no fim da partida. O pedido foi acatado pelo centroavante. 

- Muita gente acabou nem vendo, só algumas pessoas mesmo. Não sei se na hora do intervalo ele estava ciente. Ele me pediu desculpa particularmente. Como sou tranquilo, aceitei a desculpa, já passou. O respeito que tinha por ele acabou naquele momento da discussão - afirmou. 

Leia também: Jorge Jesus deve deixar o Flamengo caso conquiste os dois títulos, diz amigo

O Santos se reapresenta nesta segunda-feira, no CT Rei Pelé. O Peixe é o terceiro colocado do Brasileiro com 65 pontos.

    Veja Também

      Mostrar mais