Tamanho do texto

As meninas do Timão, que já haviam vencido o primeiro jogo por 1 a 0 no Morumbi, venceram novamente e conquistaram o título de forma invicta

Lance


O Corinthians venceu o São Paulo por 3 a 0, na manhã deste sábado, em Itaquera, pela decisão do Campeonato Paulista Feminino. As meninas do Timão, que já haviam vencido o primeiro jogo por 1 a 0 no Morumbi, venceram novamente e conquistaram o título de forma invicta, com 20 vitórias em 20 jogos. Victoria Albuquerque, Juliete e Millene fazem os gols do título.

Leia também: Racha na seleção? Rivaldo critica Paquetá com a camisa 10 e Neymar curte

cena do jogo entre Corinthians e São Paulo arrow-options
Reprodução
cena do jogo entre Corinthians e São Paulo

 Timão, empurrado pela torcida, começou a partida de maneira agressiva e marcou logo aos quatro minutos. Victoria Albuquerque recebeu lançamento, ganhou na corrida da zagueira e tocou por cobertura na saída de Carla, para a festa da Fiel. O gol fez as jogadoras corintianas partirem mais pra cima do Tricolor.

Leia também: No país onde futebol é "coisa de mulher", Copa Feminina não empolga o público

A própria Victoria quase fez o segundo – Antônia cortou em cima da linha. A goleira Carla passou a trabalhar para salvar o São Paulo, que aos poucos conseguiu se soltar e fez a outra goleira, Tainá, também trabalhar – especialmente em conclusão perigosa de Brenda, aos 36 minutos. O Timão ainda teve dois gols anulados por impedimento.

Na volta do intervalo, o roteiro se repetiu, com o Corinthians marcando logo no começo. Mas, o gol saiu de um erro são-paulino. Após cobrança de escanteio, o ataque do São Paulo furou, e no contra-ataque, Milene rolou para Juliete marcar o segundo gol. Após o gol, as meninas alvinegras passaram a administrar a partida. Já o São Paulo tentava jogadas com Cristiane, mas sem sucesso.

cena do jogo entre Corinthians e São Paulo arrow-options
Reprodução
cena do jogo entre Corinthians e São Paulo

Leia também: Abandonado por décadas, futebol feminino ressurge em grandes clubes do

Ainda teve tempo de Milene marcar o terceiro gol corintiano. Festa na Arena, em dia histórico para o futebol feminino.

    Leia tudo sobre: futebol