Torcedor do Flamengo não pode ser prejudicado após mudança na final da Libertadores
Alexandre Vidal / Flamengo
Torcedor do Flamengo não pode ser prejudicado após mudança na final da Libertadores

Com a mudança do local da final da Libertadores de Santiago para Lima, os torcedores que já haviam comprado ingressos e passagens aéreas terão de refazer seus planejamentos e, para isso, precisam ter seus direitos garantidos. Em nota, o Procon-SP elencou algumas orientações, para que os torcedores não saiam prejudicados. Leia abaixo:

"O torcedor é considerado consumidor pelo Estatuto do Torcedor e, portanto, tem os seus direitos garantidos pelo Código de Defesa do Consumidor. E ainda que a alteração tenha ocorrido por motivo de força maior e a Conmenbol não tenha culpa pelos motivos que ensejaram a mudança, a legislação prevê que ela responde perante os torcedores.

Em notícias divulgadas hoje (6/11), a Conmebol e o Flamengo disseram que os torcedores que já compraram ingressos terão preferência para o jogo em Lima ou terão o dinheiro devolvido.

Sobre as passagens e hospedagens, o Procon-SP entende que as empresas devem compor um acordo com os consumidores.

O Procon-SP orienta que aqueles torcedores que tiverem problemas devem procurar o Procon de sua cidade para garantir os seus direitos".

Leia também: "A gente dá um pau neles aqui", diz Bolsonaro sobre jogo entre Brasil e Chile

O Procon também irá notificar as empresas aéreas por conta do aumento excessivo das passagens para Lima , a partir do momento em que a cidade foi definida como a sede da final entre Flamengo e River Plate .

Normalmente comercializadas por menos de R$ 2 mil, as passagens para a capital peruana passaram a custar entre R$ 8 mil e R$ 20 mil.

“O Procon notificará as empresas aéreas para que elas informem o custo operacional que motivou a elevação do preço, coincidentemente, para o local que haverá grande afluxo de torcedores em razão da final da Libertadores – afirmou Fernando Capez, diretor-executivo do Procon-SP.

Mais cedo, o vice-presidente geral e de procuradoria do Flamengo, Rodrigo Dunshee de Abranches, se manifestou por meio das redes sociais , cobrando as companhias aéreas no sentido de que os torcedores tenham seus direitos preservados.


A final entre Flamengo e River Plate acontecerá no dia 23 de novembro, às 17h, no estádio Monumental de Lima, no Peru.

    Veja Também

      Mostrar mais