Tamanho do texto

Presidente do Brasil comentou os protestos que acontecem no Chile e incentivou os jogadores da seleção para a partida da Copa do Mundo sub-17

Bolsonaro arrow-options
Reprodução/Facebook
Bolsonaro comentou protestos no Chile e incentivou seleção brasileira sub-17 para confronto

O presidente Jair Bolsonaro comentou, nesta quarta-feira, que os chilenos estão “fazendo bagunça” no país deles e a seleção brasileira deve dar um "pau" na chilena em partida nesta quarta-feira válida pela Copa do Mundo sub-17.

"Tá na hora de bater o Chile aí, o pessoal tá fazendo bagunça lá, a gente dá um pau neles aqui", disse  Bolsonaro em conversa com apoiadores que o esperavam na porta do Palácio da Alvorada.

O presidente se referiu aos protestos que já duram três semanas no Chile. Até agora, foram contabilizados mais de 23 mortos e 150 manifestantes com ferimentos oculares durante confrontos com a polícia.

Os manifestantes pedem reformas nos sistemas de educação, saúde e aposentadoria, que foram em grande parte privatizados durante a ditadura de Augusto Pinochet (1973-199). Na terça-feira, o presidente chileno, Sebastián Piñera admitiu, pela primeira vez, que pode discutir reformas na Constituição herdada do regime militar, uma das reivindicações dos manifestantes.

Brasil e Chile se enfrentam na noite desta quarta-feira pelas oitavas de final da Copa do Mundo sub-17 , no estádio Bezerrão, no Gama, em Brasília.