Lance

Lance

No último sábado, o Corinthians empatou sem gols com o Santos em sua arena, no bairro de Itaquera, e saiu de campo com apenas 36% de posse de bola. O número baixo, no entanto, não é novidade alguma quando o time de Fábio Carille mede forças com a equipe dirigida pelo argentino Jorge Sampaoli . Considerando todos os jogos oficiais do Alvinegro neste ano como mandante, os três piores desempenhos do Timão na troca de passes aconteceram justamente contra o Peixe.

Leia também: Corinthians e Santos criam chances no fim, mas empatam sem gols

Corinthians e Santos
VILMAR BANNACH/PHOTOPRESS/Agência O Globo
Corinthians e Santos



Desde o início da temporada até aqui, o Corinthians recebeu o Santos em três partidas oficiais em sua arena: duas vezes pelo Campeonato Paulista e uma pelo Brasileirão. Em todas elas, o Peixe teve maior domínio da posse de bola e não deixou o Timão trabalhar suas jogadas, seja no campo de ataque ou de defesa (veja os números levantados pela Footstats abaixo).

Leia também: Palmeiras x Corinthians será disputado no Pacaembu, confirma CBF
Considerando os três jogos, a equipe de Fábio Carille trocou 639 passes contra o Santos (média de 213 passes por partida). Na prática, significa que contra o time da Baixada Santista, o Timão conseguiu dar apenas 2,37 passes por minuto diante de um de seus principais adversários históricos - número considerado baixíssimo.

A efeito de comparação, apenas no duelo contra o São Caetano - no dia 20 de janeiro, na abertura da temporada - o Timão trocou 658 passes durante pouco mais de 90 minutos. É bem verdade que nesta partida, o Corinthians teve seu melhor desempenho no ano, mas em apenas um jogo conseguiu superar a marca registrada nos confrontos diante do Santos.

Ao longo de toda a temporada, o Corinthians de Fábio Carille apresenta dificuldades contra equipes que valorizam a posse de bola, seja em partidas disputadas dentro ou fora de casa. Foi assim contra o Santos, contra o Flamengo e também contra o Athletico-PR do técnico Tiago Nunes.

- Refletimos em relação aos jogos, principalmente quando não vencemos. Estamos sempre refletindo sobre o que podemos melhorar para que a equipe cresça. É claro que nem sempre você consegue realizar aquilo que você propõe fazer. Tínhamos uma ideia de enfrentar uma equipe como o Santos, que se expõe, e não conseguimos atacar os pontos fracos deles - afirmou o auxiliar Leandro da Silva, o Cuca, que dirigiu o Timão no último sábado já que Fábio Carille estava suspenso, demonstrando que a comissão técnica tem ciência dos problemas da equipe nesta temporada.

Os números do Corinthians contra o Santos jogando em Itaquera:

10/3 - Paulistão - Corinthians 0x0 Santos
40,1% de posse de bola
207 passes certos (média de 2,3 por minuto)
47 passes errados

31/3 - Paulistão - Corinthians 2x1 Santos
38,9% de posse de bola
210 passes certos (média de 2,33 por minuto)
34 passes errados

Leia também: Promessa da base, Fabrício Oya volta ao Corinthians após período de empréstimo

26/10 - Brasileirão - Corinthians 0x0 Santos
36% de posse de bola
222 passes certos (média de 2,47 por minuto)
36 passes errados

    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários