Tamanho do texto

Insatisfeitos com a má fase atual do clube, os torcedores pediram a saída de jogadores como Thiago Neves, Edilson, Pedro Rocha e Robinho

Lance

Torcedores protestaram em frente ao CT do Cruzeiro arrow-options
reprodução / Twitter
Torcedores protestaram em frente ao CT do Cruzeiro

Uma manifestação marcou a tarde de quarta-feira na Toca da Raposa II, centro de treinamentos do Cruzeiro. Em outro ato de protestos de torcedores, um grupo colocou 11 garrafas de cachaça na entrada do CT cruzeirense.

Leia também: Thiago Neves critica Rogério Ceni após eliminação na Copa do Brasil

As garrafas foram “oferecidas” a oito atletas do Cruzeiro : Thiago Neves, Edilson, Egídio, Robinho, Henrique, Pedro Rocha, Ariel Cabral e Jadson. Uma faixa também foi exposta com os seguintes dizeres: 

" Thiago Neves , Edilson , Egídio, Robinho, Henrique, Pedro Rocha , Ariel Cabral e Jadson some (sic) do Cruzeiro junto com essa diretoria que está levando o time do Cruzeiro para as páginas policiais. Prêmio para vocês: 11 garrafas de cachaça que está (sic) aqui".

Protesto em frente ao CT do Cruzeiro arrow-options
reprodução / Twitter
Protesto em frente ao CT do Cruzeiro

Leia também: Cruzeiro admite salários atrasados e crava permanência de Rogério Ceni

Gritos e palavras de ordem também foram entoados contra a diretoria celeste e reforçaram o apoio ao técnico Rogério Ceni. O presidente Wagner Pires de Sá publicou um vídeo pedindo apoio aos torcedores e atacou os conselheiros que, na sua visão, estão tentando enfraquecer e destruir o Cruzeiro .