Tamanho do texto

Jogador ainda sofre com outro problema na Justiça, referente à sua saída do Figueirense rumo ao futebol português

Goleiro Denis estava no Figueirense até julho deste ano arrow-options
Site oficial
Goleiro Denis estava no Figueirense até julho deste ano

O Ministério Público pediu a prisão do goleiro Denis, ex-Ponte Preta, São Paulo e Figueirense, em ação que tramita sob segredo de justiça - o jogador atualmente defende as cores do Gil Vicente, clube de Portugal.

Leia também: Avó do jogador Daniel ainda não sabe que o neto morreu assassinado

De acordo com o Blog do Paulinho , a decisão do MP contra o goleiro Denis é por calote em pensão alimentícia. A pendência existe desde meados de 2017.

Antes de acatar o pedido de prisão, a Justiça juntou as recentes declarações de Imposto de Renda do arqueiro, além de pedir para que São Paulo e Figueirense  fornecessem todos os valores pagos ao atleta nos últimos anos, seja por CLT ou direitos de imagem.

Além de estar na mira da lei por conta da pensão, Denis enfrenta também problemas com o Figueirense, que conseguiu cassar a liminar que facilitou a saída do jogador para o futebol europeu.

Leia também: Najila pode ser presa por acusação contra Neymar? Advogados respondem

Em julho, o jogador conseguiu a rescisão unilateral do seu contrato do goleiro com o Figueira. No processo, ele comprovou o não recolhimento do FGTS desde abril de 2018, além da falta de 13º, férias e outras bonificações.

O goleiro Denis tem 10 dias para justificar sua saída do Figueirense. A desembargadora que cuida do caso acatou um mandado de segurança impetrado pelo clube catarinense, que alega “prejuízo” e “risco” para o planejamento no restante da temporada. A decisão cabe recurso.

    Leia tudo sobre: Futebol