Tamanho do texto

Cosme Araújo vai solicitar que a delegada que investiga o caso revise sua decisão de não colocar a modelo e o atacante Neymar frente a frente

Najila Trindade durante um de seus trabalhos como modelo
Reprodução
Najila Trindade durante um de seus trabalhos como modelo

A Polícia Cívil de São Paulo  decidiu não fazer acareação entre Neymar e Najila Trindade - acareação é quando as partes envolvidas ficam frente a frente para esclarecimentos -, mas o advogado da modelo que acusa o jogador de estupro insiste no pedido.

Leia também: Polícia pede mais tempo para concluir o caso Neymar; veja os próximos passos

Segundo o Blog do Perrone , Cosme Araújo, o quarto advogado de Najila no processo, vai pedir para que a delegada Juliana Bussacos responda formalmente a sua decisão e, também, que revise o seu pedido de acareação entre a modelo e o atleta do PSG.

Vale sempre lembrar que o procedimento não é usual em casos de acusação de estupro, para evitar possíveis constrangimentos à suposta vítima.

Najila Trindade acusa Neymar de estupro
Reprodução
Najila Trindade acusa Neymar de estupro

Cosme disse ao blog que vai pedir uma resposta formal porque só soube da decisão da delegada por meio da imprensa. " Acareação é uma demonstração inequívoca de que Najila não tem receio de ficar frente a frente com uma pessoa tão famosa", disse o advogado.

Ainda segundo o advogado, Najila não se sente constrangida em ficar diante de Neymar. Até por isso, caso aceite o pedido de ambos ficarem cara a cara, a delegada não poderia ser acusada de constranger a modelo.

Cosme Araújo alega também que colocar um diante do outro pode robustecer as evidências, ajudando a polícia a solucionar o caso.

"Seria possível observar a reação de cada um nas respostas, analisar a expressão corporal. Se alguém estiver mentindo, pode deixar transparecer. Nesses momentos, quem está mentindo pode entrar em contradição", afirmou o advogado.

Para o defensor de Najila , a acareação poderia esclarecer as diferenças versões entre os relatos dos dois sobre o episódio no quarto do hotel em Paris, no mês de maio. 

    Leia tudo sobre: futebol