Tamanho do texto

O tribunal julgou caso onde equipe relacionou atleta que deveria ter cumprido suspensão em compromisso frente ao América-PE

Lance


Bahia de Feira
Reprodução
Bahia de Feira foi eliminado da Série D do Brasileirão

Em julgamento realizado na sede do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nessa sexta-feira (14), ficou definido que o Bahia de Feira perderia três pontos por ter relacionado o volante Edimar de maneira irregular para o primeiro jogo da equipe na Série D desse ano frente ao América-PE.

Leia também: CSA vai pedir a impugnação de jogo contra o Flamengo por pênalti não marcado

O atleta do Bahia de Feira em questão foi incluso na súmula do confronto mesmo tendo sido expulso na penúltima rodada da quarta divisão em 2018 e punido pelo mesmo STJD com dois jogos de suspensão por ato de indisciplina.

Na oportunidade, Edimar era atleta do Vitória da Conquista e acabou cumprindo a suspensão em questão apenas na última rodada do ano passado, dando margem ao julgamento dessa sexta.

Com isso e levando em consideração o fato de que Bahia de Feira e América-PE haviam terminado a primeira fase da Série D do Brasileirão empatados em número de pontos (10 unidades cada), mas com o Tremendão tendo ficado com a classificação pelo saldo de gols superior, agora quem disputará a fase seguinte será o time de Recife frente a outro América, o de Natal.

Leia também: STJD marca julgamento do pedido de impugnação de Botafogo x Palmeiras

A justificativa do  Bahia de Feira segundo o Correio é de que não houve qualquer tipo de notificação por parte da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ou mesmo da Federação Bahiana de Futebol (FBF) acerca da necessidade de cumprimento da pena em questão. Logo, tudo indica que o time deve recorrer da decisão.