Lance

Arena Corinthians
Bruno Teixeira/ Corinthians
Arena Corinthians

O ex-presidente do Corinthians Alberto Dualib, de 99 anos, que esteve no comando do clube entre 1993 e 2007, afirmou que 'ganhou errado' o título brasileiro de 2005 e que o Internacional merecia ter sido o campeão.

Leia também: Kaká brinca sobre não ter jogado no Corinthians: 'Escolhi times grandes'

Aquela temporada ficou marcada pela 'máfia do apito', quando 11 jogos que foram apitados por Edilson Pereira de Carvalho tiveram que ser remarcados por manipulação dos resultados. E Dualib era o mandatário alvinegro.

"Merecia. Falei para ele (o ex-presidente do Inter , Fernando Carvalho). Falei para o presidente. 'Eu ganhei errado, você devia ser campeão'. É difícil falar isso, mas eu falei. Falei para ele", afirmou em entrevista ao 'Uol Esporte'.

Leia também: Polícia cita jogo do Corinthians na investigação de fraudes do ex-jogador Roni

Você viu?

O Timão acabou beneficiado pela remarcação dos jogos, já que era líder com 53 pontos, apenas um a mais do que o colorado, segundo colocado. Derrotado contra São Paulo e Santos, o clube somou quatro pontos nos jogos remarcados e o Inter venceu seu jogo novamente contra o Coritiba.

Ao fim do campeonato, o Corinthians somou 81 pontos, contra 78 do Inter. Caso o time paulista não tivesse tido uma segunda chance, o clube terminaria o campeonato com 77 pontos, um a menos do que os gaúchos.

Isso sem contar o duelo no Pacaembu entre Corinthians e o próprio Inter, que terminou empatado. No jogo, o goleiro Fabio Costa cometeu pênalti sobre Tinga, mas o árbitro Marcio Rezende de Freitas preferiu expulsar o atleta colorado por simulação.

Há alguns anos, o hoje ex-juiz admitiu seu erro.

Dualib ainda falou da mágoa de ter saído pela porta dos fundos do Corinthians, após escândalos de corrupção envolvendo sua gestão e o MSI. Dualib, que era investigado pelos crimes de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, foi alvo de um processo de Impeachment, mas acabou renunciando ao cargo antes de ser tirado do cargo

"Eu não merecia isso depois de tudo o que fiz pelo clube. Eu sou homem de decisão, até hoje. Tomei uma decisão e fiz. Alguma coisa no íntimo diz que você está certo. Até hoje, eu sou igual. Eu não mudei", finalizou Dualib .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários