Tamanho do texto

Folclórico narrador esportivo contou histórias curiosas e desceu a lenha contra os jogadores dos dias atuais

Silvio Luiz, narrador esportivo
Reprodução
Silvio Luiz, narrador esportivo

O narrador Silvio Luiz, no auge dos seus 84 anos de idade, é um dos personagens mais folclóricos das transmissões esportivas no Brasil, sempre fazendo os jogos com bom humor, piadas e bordões inesquecíveis.

Leia também: Romário lamenta não ter vestido a camisa do Corinthians durante a carreira

Com mais de 60 anos de carreira, Silvio Luiz trabalhou na Band por muitos anos e, hoje, está na RedeTV!.

Em entrevista ao programa " Bolívia Talk Show ", do canal " Desimpedidos ", o narrador relembrou algumas histórias bem curiosas e comparou também os jogadores do passado com os de atualmente. E soltou o verbo, criticando a postura dos atletas.

"Eu fui repórter de campo, árbitro e assistente. Eu me lembro de um Palmeiras x Santos, sábado à noite, no Pacaembu. Eu era assistente do lado do campo e o Pelé estava jogando. Eu vou falar uma coisa, tem muito babaca ai que é metido a gênio. Quando os caras me perguntam, eu falo 'O bonitão, eu vi o Pelé, eu vi o Zico…'", disse o narrador.

Leia também: Real Madrid trata contratação de Mbappé como prioridade, diz jornal

"Hoje, para entrevistar um jogador, tem que falar com o procurador, o procurador fala com o diretor de imprensa do jogador, aí você telefona e ele fala ‘Um minutinho que eu vou ver a agenda dele. Olha, fulano tem pedicure agora às 15h30, aí às 17h ele vai experimentar um terno, a noite ele tem um jantar beneficente e só pode atender você na quinta-feira’, e você ligou para o cara na segunda", comentou.

Silvio Luiz, narrador esportivo, com o apresentador Bolívia
Twitter/Reprodução
Silvio Luiz, narrador esportivo, com o apresentador Bolívia

"Esses são os babacas de hoje. Só que os babacas de hoje, se esquecem que quando o contrato está para terminar, aí eles enchem o saco para participar do programa e dar uma entrevista", disparou Silvio Luiz, que continuou.

Leia também: Muitos “medalhões” não deram certo, mas alguns viraram grandes atrações

"O Pelé é o Pelé, cara. Esses babacas de hoje que fazem esse tipo de coisa, são todos uns babacas mesmo. Eu vi o Pelé jogar, eu vi o Ademir da Guia, o Zico… pô, fazer comparação dos caras de antigamente com os de hoje, não dá para comparar", completou Silvio Luiz .

    Leia tudo sobre: Futebol