Tamanho do texto

O treinador de 56 anos está no Cruzeiro desde 2016 onde conquistou duas Copa do Brasil (2017 e 2018) e um campeonato mineiro no ano passado

Mano Menezes recebeu uma mini estátua como forma de homenagem pelos 200 jogos a frente do Cruzeiro
reprodução/ twitter Cruzeiro
Mano Menezes recebeu uma mini estátua como forma de homenagem pelos 200 jogos a frente do Cruzeiro

No dia 17 de fevereiro o técnico Mano Menezes completou 200 jogos a frente do Cruzeiro e durante coletiva de imprensa nesta terça-feira (26), o treinador foi homenageado pelo clube com uma escultura.

Leia também:  Com números de 2018, Palmeiras alcança a maior arrecadação de sua história

O presente foi confeccionado pelo artista Felipe Soares e entregue pelo presidente do Cruzeiro, Wagner Pires de Sá. Mano Menezes está no clube mineiro desde 2016 e conquistou o Bicampeonato da Copa do Brasil, em 2017 e 2018, e o campeonato mineiro do ano passado.

Na homenagem, Wagner comentou sobre o respeito e admiração que tem pelo treinador. “Para mim é um prazer imenso e um grande orgulho homenagear essa pessoa maravilhosa, que desde o princípio da nossa administração nos prestigiou, teve confiança na gente”.

Em resposta, o técnico agradeceu e exaltou a marca de 200 jogos a frente da equipe mineira. “Eu quem agradeço ao presidente. Sei que é um fato raro no futebol brasileiro de hoje, cada vez fica mais difícil você completar 200 jogos, como é meu caso aqui. Trabalho todos os dias para que a diretoria e a torcida do Cruzeiro me tenham como treinador”. Hoje Mano é o técnico mais longevo das equipes da Série A.

Leia também:  CSA anuncia dispensa de lateral Régis após confusão em motel em Maceió

Além do Cruzeiro, o gaúcho de 56 anos já trabalhou no Grêmio, Corinthians, Flamengo e treinou a seleção brasileira entre os anos de 2010 e 2012. Antes de comandar a Raposa, Mano teve uma passagem pelo futebol da China, no Shandong Luneng, seu único trabalho fora do país.

Assista abaixo o vídeo de criação da escultura de Mano Menezes.

Na coletiva, o treinador também comentou sobre a estreia do Cruzeiro na Copa Libertadores da América . Na próxima quinta-feira, dia 07 de março, a equipe enfrenta o Huracán, pela primeira rodada da fase de grupos.

“O ambiente de estádio na Libertadores todos conhecemos, ainda mais contra equipe argentina. O fato de repetir um argentino na estreia não garante nada. O certo é que estamos mais preparados do que no ano passado, em função das experiências que vivemos”, garantiu o treinador.

Na edição de 2018, o Cruzeiro foi líder do Grupo E com Racing, Vasco e Universidad de Chile. Nas oitavas a equipe enfrentou o Flamengo e venceu no agregado por 2 a 1. Nas quartas de final, a Raposa foi eliminada pelo Boca Juniors por 3 a 1.

“A gente aprende com vitórias e também derrotas. Por isso penso que nosso grupo está mais bem preparado que no ano passado. A postura que você não teve tão firme fora de casa, ter deixado para decidir em casa, tudo isso é aprendizado. Nosso objetivo é ser campeão, todos sabem disso”, concluiu.

Leia também:  Portuguesa tem troféus penhorados pela Justiça por dívida com ex-jogador

Na edição de 2019 da Libertadores, o Cruzeiro de Mano Menezes caiu no Grupo B com Emelec, Huracán e Deportivo Lara.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas