Tamanho do texto

Atuando no Morumbi, time tricolor teve Carneiro expulso logo aos 19 minutos de jogo e não conseguiu superar a equipe campineira

São Paulo tropeçou mais uma vez no Paulistão
Twitter/Reprodução
São Paulo tropeçou mais uma vez no Paulistão

Eliminado na fase preliminar da Libertadores e ainda sem um técnico efetivo, o São Paulo deu sequência à sua má fase na temporada 2019. Na tarde deste domingo, dentro de um Morumbi vazio, a equipe tricolor ficou na igualdade por 0 a 0 diante do Red Bull Brasil em duelo válido pela 8ª rodada do Paulistão.

Leia também: Confira a classificação do Paulistão e os próximos jogos

O primeiro empate do São Paulo na competição levou a equipe aos 10 pontos no Grupo D, na terceira colocação e fora da zona de classificação para as quartas de final. Quem lidera a chave é o Oeste (12 pontos e um jogo a menos), seguido pelo Ituano (11 pontos).

O próximo jogo do time comandando pelo interino Vagner Mancini será contra o Bragantino, fora de casa. Já o Red Bull Brasil , com 15 pontos, está na segunda posição do Grupo A, atrás apenas do Santos, que tem 19.

A primeira chance de perigo aconteceu aos 10 minutos, em chute forte de Antony bem defendido pelo goleiro Julio Cesar. No início da jogada, porém, o lateral Reinaldo, que fez o cruzamento, sentiu uma lesão muscular na coxa e precisou deixar o campo para entrada de Léo.

Leia também: Borja perde gol incrível e Palmeiras fica no empate com o Santos pelo Paulista

A situação do São Paulo ficou ainda mais complicada com a expulsão do atacante Gonzalo Carneiro, aos 19 minutos. O uruguaio fez falta dura em Rafael Carioca, levou o cartão amarelo e, depois que o árbitro Luiz Flávio de Oliveira viu a perna do jogador do Reb Bull, deu o vermelho para o são-paulino.

Mesmo com um jogador a menos, o time do Morumbi chegou perto de abrir o placar. Helinho encheu o pé de fora da área e o goleiro rival espalmou para o travessão; no rebote, Léo pegou de primeira e exigiu outra excelente intervenção de Julio Cesar.

O goleiro Tiago Volpi trabalhou em chutes de fora da área e cruzamentos na área.

Se não teve tanto trabalho na primeira etapa, Volpi brilhou na segunda. O arqueiro do São Paulo fez, pelo menos, quatro defesaças. A primeira em chute de Roberson da meia lua; depois em finalização cruzada de Osman; novamente num chute de Roberson, mandando para escanteio; por fim, em batida de Everton da meia esquerda.

Leia também: Torcida do Corinthians pede demissão de Rosenberg após declaração machista

Precisando vencer para entrar na zona de classificação para as quartas de final, o time tricolor praticamente não atacou durante todos os 45 minutos finais. A principal chance do São Paulo foi logo no começo, com Igor Vinícius entrando livre pela direita, mas a finalização saiu para fora.

    Leia tudo sobre: Futebol