Tamanho do texto

Rodolfo Landim se mostrou abatido com o incêndio no Ninho do Urubu, que acabou matando 10 pessoas

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, fala sobre a tragédia no CT do Clube
Twitter/Reprodução
Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, fala sobre a tragédia no CT do Clube

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, fez um rápido pronunciamento no final da manhã desta sexta-feira sobre a tragédia que matou 10 pessoas no CT do clube, o Ninho do Urubu, em incêndio no alojamento das categorias de base.

Leia também: Incêndio atinge CT do Flamengo no Rio de Janeiro e mata jogadores da base

"Obviamente estamos todos consternados. Essa é a maior tragédia que esse clube passou nos últimos 123 anos (anos de existência do clube, fundado em novembro de 1895)", disse o mandatário do Flamengo , eleito recentemente. 

Leia também: Atletas da base do Flamengo contam como conseguiram escapar do incêndio

"O mais importante agora é a gente se dedicar a tentar minimizar o sofrimento de todas essas famílias. O Flamengo está cuidando disso e estamos fazendo com que isso seja minimizado ao máximo", continuou.

Rodolfo Landim deixou claro também que o clube está colaborando com as autoridades para apurar as causas do incêndio. "Todos nós aqui no clube estamos de luto, é uma tristeza enorme. Obrigado a todos e peço desculpas", finalizou.

A instalação do Ninho do Urubu devastada pelo fogo abrigava atletas entre 14 e 17 anos de idade. Eles dormiam quando o  incêndio  começou, por volta das 5h da manhã.

Leia também: Tragédia no Fla! Clubes rivais mandam mensagem de apoio nas redes sociais

"A gente tem o local, que é o alojamento, onde os jogadores da base do Flamengo dormiam. A identificação das vítimas é feita posteriormente pela Polícia Civil", disse o tenente coronel Douglas, do Corpo de Bombeiros, em entrevista à TV Globo.

As chamas foram controladas às 7h20 e ainda não se sabe o que causou o incêndio no Flamengo .

    Leia tudo sobre: Futebol