Tamanho do texto

A dupla substituirá o ex-lateral Alessandro Nunes, que ocupava o cargo desde 2014 e deve continuar a carreira como gestor em outro clube

Emerson Sheik e Vilson serão os novos gerentes de futebol do Corinthians no lugar de Alessandro
Reprodução / Corinthians
Emerson Sheik e Vilson serão os novos gerentes de futebol do Corinthians no lugar de Alessandro

A temporada de 2019 começou nesta quinta-feira (03) para o Corinthians e com algumas mudanças no departamento de futebol. Além da volta de Fábio Carille, o clube anunciou a troca do ex-lateral Alessandro por Emerson Sheik e Vilson como gerentes de futebol.

Leia também: Diego Tardelli avisa torcida do Corinthians que não pretende voltar ao Brasil

Ambos estavam no elenco do Corinthians em 2018, e se aposentaram ao final do ano. Capitão do título da Libertadores de 2012, Alessandro Nunes estava no cargo desde 2014, e recebeu agradecimentos do diretor de futebol, Duílio Monteiro Alves.

"A gente vem fazendo uma reformulação no departamento. Tem a volta da comissão técnica. Tivemos reunião com Alessandro e resolvemos que paramos o ciclo aqui em comum acordo, é um grande amigo, um cara que tenho que agradecer pela amizade. Obrigado por tudo", disse Duílio.

O diretor explicou também a escolha por Emerson Sheik e Vilson . O ex-atacante pela proximidade com o elenco e diretores, e o ex-zagueiro pelo perfil "diferenciado" e inteligente demonstrado durante seu período no clube.

"O Emerson (foi escolhido) pela história, por tudo o que já fez no Corinthians, e por entendermos que ele pode fazer essa ligação de atleta e diretoria. O Vilson, também, é diferenciado, inteligente, nos ajudou muito no dia a dia nos últimos anos. E acreditamos que pode nos entregar o que a gente procura. É pelo perfil", afirmou Duílio.

Leia também: Corinthians firma parceria com IBM e terá biometria no acesso à Arena

Por fim com a palavra, Alessandro disse estar feliz com sua carreira como gestor e que pretende continuá-la agora em outro clube, mas não em um rival.

"Meu contrato finalizou em dezembro e hoje sentamos após um planejamento que tínhamos para começar no dia 3. Após isso, precisávamos sentar e conversar. Foi um mês de muita reflexão minha. Vejo as trocas necessárias, para mim seria muito mais confortável ficar. Foram muitos anos como atleta e na função diretiva. Temos que tomar decisões, tenho que pensar no grupo e no Alessandro, que quer dar continuidade em sua carreira de gestor, estou muito feliz nela. Foi uma decisão conjunta",  finalizou o ex-lateral.

O Corinthians estreia no Campeonato Paulista no dia 20 de janeiro, contra o São Caetano. às 17h, na Arena em Itaquera. 

Leia também: Emerson para, mas fica para sempre na história do Corinthians

Se movimentando no mercado, o Corinthians garantiu as chegadas de Boselli (León - MEX), Sornoza (Fluminense), Richard (Fluminense), Ramiro (Grêmio), Fabio Carille (Al Wehda-EAU), André Luis (Ponte Preta), Michel (Las Palmas-ESP) e Gustavo Mosquito (Coritiba).

    Leia tudo sobre: Futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.