Tamanho do texto

Dona da empresa e conselheira do clube celebra sucesso da parceria e elogia o presidente reeleito Mauricio Galiotte ; novo contrato será de três anos

Após reeleição da Galiotte e título, Leila Pereira anuncia renovação entre Palmeiras e Crefisa
Divulgação
Após reeleição da Galiotte e título, Leila Pereira anuncia renovação entre Palmeiras e Crefisa

O torcedor palmeirense teve dois motivos para comemorar na tarde deste domingo (25). Além da conquista do decacampeonato brasileiro após vitória sobre o Vasco em São Januário a conselheira do clube e dona da Crefisa, Leila Pereira, anunciou que a parceria entre a financeira e o clube palestrino será renovada por mais três anos.

Leia também: De renegado a símbolo do título: a redenção de Deyverson no Palmeiras

"Sem dúvida nenhuma. Vamos renovar novamente agora com o presidente Mauricio, por mais três anos. Está certíssimo", afirmou Leila Pereira. A Crefisa tem parceria com o clube do Palestra Itália desde 2015. De lá para cá, o Palmeiras conquistou uma Copa do Brasil e dois Campeonatos Brasileiros.

Fechada com o grupo político de Mauricio Galiotte, que foi reeleito como presidente do Palmeiras no último sábado (24), Leila Pereira comemorou o título ao anunciar a renovação. "É uma felicidade imensa, é uma honra eu poder ser parceira do maior campeão do Brasil", disse a empresária. De acordo com conselheiros do clube, Leila tem planos de ser presidente do clube nos próximos anos.

Saiba como foi o jogo do título, com o apoio da Crefisa

Deyverson foi o autor do gol da vitória do segundo título brasileiro do Palmeiras com a Crefisa
Reprodução
Deyverson foi o autor do gol da vitória do segundo título brasileiro do Palmeiras com a Crefisa

Em casa e com o apoio da torcida, o Vasco tentou pressionar logo no início, mas a primeira chance foi palmeirense, aos sete minutos. Mayke cruzou, Leandro Castán tentou cortar e mandou contra o próprio gol, mas Fernando Miguel defendeu.

Aos dez, o Vasco bateu falta rapidamente e Andrey arriscou de fora da área para boa defesa de Weverton. Um minuto depois, Maxi López dominou, ajeitou rapidamente em direção a Pikachu, mas o lateral não conseguiu finalizar e Luan afastou.

Leia também: Felipão rechaça fama de ultrapassado e volta a fazer história no Palmeiras

Em rápido contra-ataque aos 14 minutos, a bola foi tocada para Pikachu, que bateu cruzado e viu Weverton fazer bela defesa. Na sequência, Felipe Melo afastou. Cinco minutos mais tarde, Pikachu cobrou escanteio e Andrey finalizou sozinho, mas mandou à esquerda.

A última chance da etapa inicial foi alviverde. Bruno Henrique bateu de fora da área e assustou Fernando Miguel.

No segundo tempo, o Palmeiras subiu a marcação, mas criou a primeira chance somente aos sete minutos. Mayke cruzou da direita e Dudu finalizou de primeira, mas pegou mal e mandou direto pra fora.

A equipe comandada por Felipão continuou na pressão, mas ainda assim não assustava Fernando Miguel. Aos 26 minutos, no entanto, isso mudou. Dudu acertou belo passe para Willian, que ajeitou para Deyverson, que desviou para o fundo do gol.

Totalmente cansados, os jogadores do Vasco não conseguiram atacar e pareceram sentir o gol palmeirense e a festa que a torcida alviverde passou a fazer em São Januário.

Leia também: DECACAMPEÃO! Palmeiras vence o Vasco e conquista o 10º título brasileiro

Aos 47, para complicar ainda mais, Yago Pikachu foi expulso após reclamar muito com o árbitro. Aos 50, o árbitro encerrou a partida, para festa do Palmeiras, que venceu e conquistou o décimo título brasileiro de sua história, o segundo com o apoio da Crefisa .

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.