Tamanho do texto

Superior Tribunal de Justiça de São Paulo (STJ) determinou a indenização ao árbitro Guilherme Ceretta. Advogado do jogador disse que irá recorrer

Atacante Dudu empurra árbitro Guilherme Ceretta na final do Paulistão 2015
Divulgação/Reprodução/Globo
Atacante Dudu empurra árbitro Guilherme Ceretta na final do Paulistão 2015

O atacante Dudu, do Palmeiras, foi condenado nesta semana pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) de São Paulo a pagar uma indenização de R$ 25 mil ao árbitro Guilherme Ceretta pelo episódio envolvendo ambos na final do Campeonato Paulista de 2015.

Leia também:  Felipão pode ser suspenso por 2 anos por incitar o ódio contra o Cruzeiro

No dia 03 de maio de 2015, no segundo jogo da final do Paulistão 2015, na Vila Belmiro, o atacante Dudu se envolveu em confusão com Geuvânio, do Santos, e os dois foram expulsos pelo árbitro Ceretta. Revoltado com a marcação, o palmeirense empurrou as costas do juiz com as duas mãos, o que motivou a ação na justiça.

Na ocasião, Dudu foi suspenso por 180 dias e precisou doar R$50 mil como punição, mas o clube conseguiu reverter a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva – STJD e o atacante pegou apenas seis partidas de gancho no Campeonato Brasileiro daquele ano.

No Recurso Especial 1762786/SP, Guilherme Ceretta pedia indenização por danos morais. A primeira decisão do STF foi de que a ação não configurava “dano moral” e o jogador não seria punido. Porém, o Tribunal mudou a versão nesta semana e acatou a decisão da juíza da 2ª Vara Cível de Votorantim que condenou o jogador paulista a pagar R$ 25 mil ao agora ex-árbitro.

Leia também:  Bélgica assume liderança do ranking da Fifa; Brasil segue em terceiro

Segundo o advogado do jogador, André Muszkat, o caso não está encerrado. “Vamos aguardar a publicação do acórdão do STJ para saber que tipo de recurso vamos apresentar. Mas é certo que vamos recorrer”, explicou ao site GloboEsporte.com.

Naquele dia, o Palmeiras venceu a equipe do Santos pelo placar de 1 a 0, porém como tinha perdido o primeiro jogo por 2 a 1 a decisão foi para os pênaltis. Os palmeirenses perderam duas cobranças e o time da Vila Belmiro foi Campeão Paulista pela 21ª vez em sua história.

Revés em Buenos Aires

A decisão do STJ é publicada após a derrota do clube alviverde na primeira partida da semifinal da Copa Libertadores da América de 2018. O Palmeiras viajou até Buenos Aires para enfrentar o Boca Junior e perdeu por 2 a 0 .

O atacante Dudu e companhia receberão os argentinos na próxima quarta-feira, na Allianz Arena, em São Paulo, para tentar reverter o placar e avançar à final. O time paulista tem uma conquista da Libertadores, em 1999.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.