Tamanho do texto

Tricolor vence o Estudiantes por 2 a 1 com gol de Alisson nos acréscimos e garante vagas nas quartas de final da Libertadores na disputa de penalidades

Grêmio eliminou o Estudiantes e está nas quartas da Libertadores
Site oficial
Grêmio eliminou o Estudiantes e está nas quartas da Libertadores

O Grêmio está nas quartas de final da Copa Libertadores da América. Pouco depois da  queda do Santos na competição continental, o Tricolor Gaúcho venceu o Estudiantes por 2x1 e garantiu sua classificação na disputa de pênaltis . No tempo normal, Everton, logo no início da partida, e Alisson, nos acréscimos da segunda etapa, fizeram os gols gremistas. Lucas Rodríguez marcou para os argentinos.

O adversário do Grêmio na fase de quartas de final será outro argentino: o Atletico Tucuman, que eliminou o Atletico Nacional, da Colômbia com vitória de 2x1 no placar agregado. 

Atual campeão da Libertadores, o Grêmio não se intimidou com o resultado desfavorável na partida de ida e impôs um ritmo muito forte logo nos primeiros minutos. A pressão tricolor deu resultado logo aos cinco minutos: Jael recebeu na intermediária de costas para o gol e fez um belo lançamento para Everton, que recebeu dentro da grande área e tocou por cima do goleiro Andújar para abrir o placar.

Leia também: Jogadores do Santos atacam a Conmebol e Cuca critica o clube

A alegria gremista, no entanto, durou muito pouco. Três minutos após abrir o placar, a equipe brasileira sofreu o empate após Lucas Rodríguez ganhar dividida de Gerolmel e tocar na saída de Marcelo Grohe.

Novamente atrás no confronto, o time de Renato Gaúcho manteve a postura ofensiva. Os argentinos, por sua vez, mostravam mais solidez defensiva do que nos primeiros lances. Com mais 70% de posse de bola na primeira etapa, o Tricolor dominava a partida, mas não conseguia chegar ao gol de Andújar.

A única boa chance gremista após o empate no primeiro tempo veio dos pés de Luan, que bateu sem ângulo após bola ajeitada de cabeça por Geromel, mas viu o goleiro do Estudiantes fazer boa defesa.

Assim como na primeira etapa, o Grêmio iniciou o segundo tempo em ritmo acelerado. Logo aos nove minutos, Jael recebeu cruzamento de Leo Moura e tentou de bicicleta, mas mandou por cima do gol. Dois minutos depois, o centroavante arrancou e bateu com firmeza da entrada da área, mas novamente errou o alvo.

A pressão seguia e, aos 13 minutos, Jailson soltou a bomba de fora da área e Andújar voou para espalmar para escanteio. Aos 26, Jael recebeu de André dentro da área e acabou acertando a trave.

Todo recuado, o time do Estudiantes era valente e se defendia com todas as forças. O Grêmio, por sua vez, seguia em cima do adversário, mas começava cada vez mais a apostar em lançamentos para a grande área.

Aos 43, o Tricolor teve boa chance em cobrança de falta frontal para o gol de Andújar. Jael bateu com muita força, mas a bola desviou em Kannemann e saiu para tiro de meta.

O gol do Grêmio saiu apenas aos 46 da segunda etapa: Luan bateu falta da ponta esquerda e achou a cabeça de Alisson, que raspou com rara felicidade e acertou o ângulo de Andújar e empatou o confronto, levando a decisão para os pênaltis.

Leia também: Presidente do Corinthians, Andrés Sanchez vira réu por crime tributário

Na cobrança de penalidades, Maicon abriu para o Grêmio e venceu Andújar com batida alta no canto direito. Rodríguez, autor do gol do Estudiantes, bateu o primeiro dos argentinos e também converteu. Everton voltou a colocar o time brasileiro na frente e Campi isolou sua cobrança.

Jael bateu com categoria para aumentar a vantagem tricolor e Noguera acertou o canto de Grohe. Heroi no tempo normal, Alisson não se intimidou e colocou a vaga nas mãos do atual campeão da Libertadores. Lugüercio bateu com firmeza e deu sobrevida à equipe argentina. André foi para a batida final e deslocou o goleiro Andújar para garantir a classificação do Grêmio para as quartas de final da Libertadores. 

    Leia tudo sobre: Futebol