Tamanho do texto

Avaí, São Paulo, Atlético-MG, Palmeiras, Flamengo, Vasco e Ceará chegaram a eternizar camisas; algumas, porém, já voltaram a ser utilizadas

Camisa 13 de Astori foi aposentada por Fiorentina e Cagliari
Reprodução
Camisa 13 de Astori foi aposentada por Fiorentina e Cagliari

Com a morte do zagueiro italiano Davide Astori , que foi encontrado sem vida no quarto de um hotel na cidade de Údine, Fiorentina e Cagliari decidiram aposentar a camisa número 13, usada pelo atleta nos dois times. Este tipo de homenagem é comum no futebol europeu e alguns clubes já fizeram homenagens parecidas.

Leia também: Fiorentina e Cagliari aposentam camisa 13 após morte de Davide Astori

Nos Estados Unidos, existe uma longa lista de números aposentados em cada esporte no país, principalmente na NBA. Na NHL, liga de hóquei, o número 99 é aposentado entre todos os times em homenagem a Wayne Gretzky, considerado o maior jogador da história do esporte, enquanto na MLB, o beisebol, o número aposentado entre todas as equipes é o 42, uma referência a Jackie Robinson, o primeiro afro-americano a atuar na liga numa época em que os negros disputavam um campeonato separado.

No Brasil, os casos de aposentadoria de camisas não são tão comuns. Alguns clubes já prestaram homenagem para seus ídolos, mas voltaram atrás e hoje utilizam normalmente os números. Outros ainda mantêm a homenagem. Confira abaixo:

Atlético-MG

Atlético-MG é um dos times brasileiros que decidiu aposentar camisa
Twitter/Reprodução
Atlético-MG é um dos times brasileiros que decidiu aposentar camisa

Em 2006, a diretoria do Atlético-MG fez homenagem à sua torcida, que foi considerada o "décimo segundo jogador" na campanha da Série B do Campeonato Brasileiro, e decidiu imortalizar a camisa 12, numa alusão aos torcedores. Hoje, porém, ela é usada normalmente, geralmente por goleiros.

Avaí

Camisa 88 de Cleber Santana no Avaí foi imortalizada
Divulgação
Camisa 88 de Cleber Santana no Avaí foi imortalizada

Assim como o Atlético-MG, o Avaí também aposentou sua camisa 12 em homenagem aos torcedores - foi no final de 2007, quando o time não fazia uma boa campanha na Série B e o apoio dos fãs foi importante para evitar o rebaixamento. Em 2016, com a queda do avião da Chapecoense, o clube catarinense fez uma homenagem a Cleber Santana, uma das vítimas no acidente, e eternizou a camisa número 88, utilizada pelo meia, que jogou de 2012 a 2014 no Leão da Ressacada.

Flamengo

Flamengo chegou a aposentar a 12, mas hoje usa normalmente
Site oficial
Flamengo chegou a aposentar a 12, mas hoje usa normalmente

O Flamengo é outro clube que decidiu aposentar a camisa número 12 em alusão à torcida, considerada pela diretoria como o "melhor jogador do time". Isso foi em 2007, mas o número é usado atualmente por goleiros.

Leia também: "Figo foi um traidor e Neymar saiu por dinheiro", afirma ex-presidente do Barça

Palmeiras

Quando Marcos parou, a 12 foi aposentada. Mas hoje é usada normalmente
PALMEIRAS/FACEBOOK/REPRODUÇÃO
Quando Marcos parou, a 12 foi aposentada. Mas hoje é usada normalmente

A camisa 12, utilizada pelo goleiro Marcos durante os 20 anos em que defendeu o clube alviverde, ficou aposentada por cinco anos. Voltou a ser usada em 2017, com o atacante colombiano Miguel Borja e, posteriormente, com o lateral-direito Mayke.

América-RJ

Camisa de Romário no América-RJ está aposentada
Divulgação
Camisa de Romário no América-RJ está aposentada

Romário fez uma única partida oficial com a camisa do América-RJ, time pelo qual seu pai era torcedor fanático, e o clube carioca decidiu aposentar a camisa 11 do "Baixinho".

Vasco

Romário teve a sua 11 do Vasco aposentada, mas Dinamite
Twitter/Reprodução
Romário teve a sua 11 do Vasco aposentada, mas Dinamite "desaposentou"

Por falar em Romário, em 2007, o presidente Eurico Miranda anunciou que a camisa número 11 do Vasco nunca mais seria utilizada e fez uma estátua para o jogador em São Januário. No entanto, no ano seguinte, o novo presidente Roberto Dinamite acabou com a homenagem, voltou a usar a 11 no time e ameaçou até retirar a estátua do estádio devido à problemas do ex-atleta.

Leia também: Belos, só que não! Confira os 12 jogadores mais feios da história do futebol

São Paulo

Rogério Ceni e a sua 01 no São Paulo
Reprodução
Rogério Ceni e a sua 01 no São Paulo

Considerado um dos maiores ídolos da história do São Paulo, Rogério Ceni se aposentou no final de 2015 e seu número, o "01", nunca mais será usado por nenhum jogador. No entanto, a camisa número 1, sem o zero na frente, ainda é usada normalmente.

Ceará

Sergio Alves recebeu homenagem do Ceará
Divulgação
Sergio Alves recebeu homenagem do Ceará

Na temporada 2010, quando o Ceará disputou o Brasileirão da Série A, a diretoria decidiu homenagear um grande ídolo do clube, o ex-atacante Sérgio Alves, aposentando a camisa 11. Mas foi só naquele ano e hoje o número é usado na equipe.

Internacional

Inter chegou a cogitar aposentar a camisa de Fernandão
Reprodução
Inter chegou a cogitar aposentar a camisa de Fernandão

O Inter chegou a estudar algumas alternativas para homenagear o atacante Fernandão, morto em um acidente de helicóptero. Aposentar a camisa 9 era uma das possibilidades, mas o projeto não foi para frente. Os outros times que Fernandão atuou com destaque foram São Paulo e Goiás.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.