Tamanho do texto

Volante corintiano confessou e pegou pena mínima prevista no artigo 258-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva; Maycon foi absolvido por pisão

O volante Gabriel, do Corinthians , foi punido com dois jogos de suspensão por ter feito um gesto obsceno para a torcida do São Paulo após o seu time empatar a partida em 1 a 1, no Morumbi, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro . O caso foi julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta segunda-feira.

Leia também: Torcedor pede ajuda divina durante missa para seleção do Peru ir à Copa em 2018

O volante Gabriel, do Corinthians, foi punido com dois jogos por gesto obsceno durante o clássico com o São Paulo
Reprodução
O volante Gabriel, do Corinthians, foi punido com dois jogos por gesto obsceno durante o clássico com o São Paulo

Além do caso de Gabriel , que pegou pena mínima (o máximo eram seis jogos) prevista no artigo 258-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que diz em "assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva", outro incidente do clássico também foi julgado nesta tarde.

O volante Maycon foi absolvido pelo pisão em Petros, denunciado como "ato desleal ou hostil". Na preliminar do julgamento, no entanto, a denúncia já havia sido recusada, já que foi entendido que o árbitro viu o lance e avaliou a situação ainda no campo de jogo. Ainda sobre o caso de Gabriel, o departamento jurídico do Corinthians não irá recorrer da decisão.

Leia também: Cristiano Ronaldo está desiludido, afirma Zidane após vitória do Real Madrid

As desculpas de Gabriel

Declaração do volante Gabriel após a polêmica no clássico Majestoso.

Uma publicação compartilhada por Corinthians (@corinthians) em


Com a suspensão de dois jogos, o meio-campo desfalcará o Corinthians diante do Coritiba e Bahia, pelas 27ª e 28ª rodadas do Brasileirão, respectivamente. As opções para o técnico Fábio Carille para a vaga são Camacho, Marciel e Fellipe Bastos. Paulo Roberto também é alternativa, porém ele ainda é dúvida para o próximo duelo no dia 11 por conta de uma lesão na coxa.

Leia também: Barcelona adere à greve geral contra repressão policial na Catalunha

Para a partida diante do time paranaense na Arena, Carille não terá, além de Gabriel, o lateral direito Fagner e o atacante Romero, ambos suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Por conta da pausa para jogos da seleção brasileira, a expectativa é que o atacante Jô, que não enfrentou o Cruzeiro no empate por 1 a 1 neste domingo, no Mineirão, retorne à equipe. Ele é o artilheiro na temporada com 20 gols - 13 no Brasileirão.

    Leia tudo sobre: futebol