Tamanho do texto

Proprietário majoritário do clube inglês ficou comovido com a história do morador de rua de Manchester, que ajudou vítimas durante ataque terrorista

Stephen Jones estava dormindo perto do Manchester Arena no momento do incidente
Reprodução
Stephen Jones estava dormindo perto do Manchester Arena no momento do incidente

Um ato de bravura e generosidade por um morador de rua da Inglaterra comoveu a internet nesta última semana. De acordo com o "Sports Illustrated", David Sullivan, dono majoritário do West Ham, foi um dos comovidos com a história de Stephen Jones e resolveu recompensá-lo. O homem de 35 anos estava dormindo próximo ao Manchester Arena no momento do ataque terrorista que matou 22 pessoas na última segunda-feira (22) e ajudou vítimas que saíam do show da cantora Ariana Grande.

LEIA TAMBÉM: United e City lamentam ataque terrorista do Estado Islâmico em Manchester

"Eu senti um barulho e um vento muito forte e de repente todo mundo começou a gritar e correr. Então eu e meu amigo começamos a correr também. Mas quando percebemos o que tinha acontecido, nós voltamos", contou Stephen Jones. A entrevista com o  morador de rua tornou-se viral e chegou até o proprietário do West Ham .

Questionado sobre o motivo pelo qual teria voltado, ele responde: "Foi apenas o instinto. Eu sou humano, eles são humanos. Tinham vários moradores de rua que ficaram ali para ajudar. Eram muitas crianças, que gritavam e choravam, cheias de sangue... Você está ali, você precisa ajudar. Eu não seria capaz de conviver com isto se eu apenas tivesse ido embora e deixado aquelas crianças daquela forma", disse.

LEIA TAMBÉM: Torcedor oferece esposa se Ibrahimovic renovar com o Manchester United

Gentileza gera gentileza

David Sullivan, dono majoritário do West Ham
Reprodução
David Sullivan, dono majoritário do West Ham

"Eu e meu filho ficamos muito impressionados com a bravura mostrada por Steve, os serviços de emergência que ele prestou. Stephen era apenas uma das centenas de pessoas que se esqueceram de sua própria segurança e correram em auxílio de outros, e fomos movidos por sua história", disse Sullivan.

LEIA TAMBÉM: Jogador do Manchester City espanca homem nas ruas da Bélgica; veja o vídeo

Assim, o dono do West Ham vai ajudar a pagar um aluguel e bancas as despesas alimentícias e de vestimentas para Stephen Jones. Além disso, um site de vaquinha online já arrecadou mais de R$ 150 mil para o morador das ruas de Manchester .

    Leia tudo sobre: Estado Islâmico
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.