Tamanho do texto

Tite não chamou o principal jogador brasileiro para os jogos contra Argentina e Austrália e alegou que o craque do Barcelona está sem férias desde 2013

O técnico Tite convocou 24 jogadores na última sexta-feira  para dois jogos amistosos da seleção brasileira contra Argentina e Austrália , nos dias 9 de 13 de junho, respectivamente, na cidade australiana de Melbourne. De cara, a ausência de Neymar entre os selecionados chamou atenção, mas a comissão técnica justificou dizendo que o atacante do Barcelona não teve férias nas últimas temporadas e por isso não foi chamado.

Leia também: Lesionado, Lucas Lima é cortado dos amistosos da seleção brasileira

Os organizadores responsáveis pelo evento, no entanto, não gostaram da decisão da Confederação Brasileira de Futebol e afirmaram que a entidade não cumpriu com o acordo de levar o que tem de melhor para os compromissos em solo australiano, entre eles, Neymar .

Principal jogador da seleção brasileira na atualidade, Neymar não jogará os amistosos contra Argentina e Austrália
Pedro Martins / MoWA Press
Principal jogador da seleção brasileira na atualidade, Neymar não jogará os amistosos contra Argentina e Austrália

"Nós estamos decepcionados que Neymar não jogará, já que tínhamos garantias e compromissos que os dois times estariam trazendo seus melhores jogadores disponíveis", desafaram os organizadores da Brazil Global Tou, Geoff Jones e Bart Campbell, das empresas TEG e TLA Worldwide, respectivamente.

Antes da lista de Tite sair, os organizadores anunciavam Neymar como uma das principais atrações do evento, ao lado do argentino e companheiro de Barcelona, Lionel Messi. Os ingressos para o clássico sul-americano ultrapassam R$ 1.000.

Leia também: Copa do Mundo 2018 terá árbitro de vídeo, confirma o presidente da Fifa

O site "Ticketek", responsável oficial pela venda das entradas para o duelo entre Brasil e Argentina, trazia uma mensagem dizendo que as duas seleções têm o compromisso de trazer seus melhores talentos disponíveis para a Austrália".

Daniel Alves, lateral da Juventus, era, ao lado de David Luiz, Fernandinho, Philippe Coutinho e Willian, as outras "estrelas brasileiras" que o público australiano poderia assistir. Por estar na final da Liga dos Campeões, o lateral da equipe italiana também não foi chamado.

Leia também: Tite é eleito 22º melhor técnico do mundo por jornal da França

"Apesar desta omissão (de Neymar), ainda há uma infinidade de estrelas internacionais orgulhosamente representando suas equipes nacionais em um dos mais antigos e prestigiados clássicos de futebol do mundo, e esperamos que os fãs desfrutem do encontro", disseram ainda os empresários.

Preços e estoque de tickets

Os ingressos para Brasil e Argentina estão quase esgotados. Os valores variaram entre 85 dólares australianos (cerca de R$ 208, na cotação atual) e 475 dólares australianos (aproximadamente R$ 1.166). Para a partida contra a Austrália, os valores caíram e variaram entre R$ 60 e R$ 1.010. Neymar também era um dos destaques desta venda, ao lado de Coutinho e Marcelo, que também não foi chamado por estar na final da Champions.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.