Tamanho do texto

Trio MSN não consegue furar bloqueio italiano e fica pelo caminho, enquanto Juventus se junta a Real Madrid, Atlético de Madri e Monaco na semifinal

Nem os mais de 96 mil torcedores presentes no estádio Camp Nou, nesta quarta-feira, fizeram com que o Barcelona revertesse à derrota de 3 a 0 para a Juventus, pelas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. Com uma defesa muito sólida, liderada pelo experiente Buffon, a Velha Senhora segurou o trio MSN e o 0 a 0 para se juntar a Real Madrid, Atlético de Madri  e Monaco nas semifinais da competição.

O jogo

O Barcelona começou o jogo com a necessidade de pelo menos devolver o placar da Itália para levar a decisão para a prorrogação, mas a primeira chance de mais perigo veio com o time italiano, aos 12 minutos, quando Higuaín aproveitou uma bola mal afastada pela defesa do time catalão e chutou por cima do gol.

Messi não conseguiu passar pela defesa da Juventus durante os 180 minutos
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Messi não conseguiu passar pela defesa da Juventus durante os 180 minutos

Com todos os jogadores na defesa, a Juve explorou os contra-ataques. Por conta disso, o Barcelona rondou a área e tocou muito a bola em busca de furar o bloqueio. Aos 19, o Barcelona perdeu a primeira boa chance de abrir o placar e foi com Messi, que finalizou sozinho da marca do pênalti, mas para fora.

Aos 30, Buffon fez a primeira defesa em chute de Messi que desviou na defesa. No rebote, o próprio argentino finalizou firme e mandou para fora. Sete minutos mais tarde, Pjanic deu chutão e achou Higuaín dentro da área. O argentino finalizuo de primeira e obrigou Ter Stegem a fazer a defesa.

Com 46, o árbitro apitou o final do primeiro tempo. Mesmo com uma ótima vantagem, a Juventus foi quem mais assustou o gol adversário. Nervoso em campo, o Barcelona terminou com dois jogadores pendurados: Iniesta e Neymar, que mostrou-se irritadíssimo na primeira etapa.

Buffon mais uma vez fez bela partida à frente da meta da Juventus
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Buffon mais uma vez fez bela partida à frente da meta da Juventus

A primeira boa chance do segundo tempo foi da Juventus. Com muita liberdade, Cuadrado invadiu pela direita e bateu cruzado sem chances para Ter Stegen, mas a bola passou rente à trave direita.

Leia também: Lyon e Besiktas são excluídos de competições europeias por briga de torcedores

Aos cinco e seis minutos, duas chances para o Barça. A primeira com Neymar, que partiu para cima de Dani Alves e bateu para fora, já a segunda foi com Messi, que tabelou com o brasileiro e finalizou por cima. Aos 10, Messi tentou mais uma vez, mas o chute foi para fora.

Na tentativa desesperada de fazer o gol, o Barcelona se lançou pra cima praticamente com todo o time e muitas vezes os atacantes da Velha Senhora saíram na cara de Ter Stegen, que fez o trabalho de líbero. Apesar dos muitos escanteios, praticamente consecutivos, o Barça não conseguiu furar a sólida defesa italiana.

Jogadores comemoram com os torcedores que foram até o Camp Nou
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Jogadores comemoram com os torcedores que foram até o Camp Nou

As chances foram aos 21, com Messi, após rara falha de Buffon e aos 24, com Sergi Roberto, que bateu próximo à trave do arqueiro. Aos 33, eram 13 escanteios para os catalães e apenas dois para a Juventus, que nos contra-ataques quase abriu o placar no Camp Nou. A última chance foi aos 39, quando Higuaín tocou para Lemina chutar e tirar tinta da trave de Ter Stegen.

Leia também: Ações da Juventus disparam antes de confronto decisivo com o Barça

A defesa italiana, liderada por Buffon, com 39 anos, muito sólida durante todo o jogo, segurou o trio poderoso formado por Messi, Neymar e Suárez para se garantir entre os quatro melhores da Liga dos Campeões. Final: 0 x 0 e 3 x 0 no agregado para a Velha Senhora. Abalado, Neymar deixou o campo aos prantos e foi consolado pelos brasileiros que foram adversários durante os 90 minutos. A Juve chega à semifinal com apenas dois gols sofridos em 10 jogos, média incrível de 0,2 por partida.

Jogadores da Juventus comemoram classificação no vestiário
Reprodução/Twitter/juventusfc
Jogadores da Juventus comemoram classificação no vestiário

Ficha técnica

Barcelona: Ter Stegen, Sergi Roberto (Mascherano), Piqué, Umtiti e Jordi Alba; Busquets, Rakitic (Paco Alcácer) e Iniesta; Messi, Neymar e Suárez.

Técnico: Luis Enrique.

Juventus: Buffon, Daniel Alves, Bonucci, Chiellini e Alex Sandro; Pjanic, Khedira e Dybala (Barzagli); Cuadrado (Lemina), Mandzukic e Higuaín (Kwadwo Asamoah).

Técnico: Massimiliano Allegri.

Na terça-feira, foram conhecidos os primeiros classificados para as semifinais da Liga dos Campeões da Uefa antes de Juventus e Monaco, que garantiu a vaga após vencer o Borussia Dortmund por 3 a 1, em casa - na ida, havia vencido por 3 a 2. O Real Madrid passou pelo Bayern de Munique e o Atlético de Madri eliminou o Leicester. O sorteio para definir as semifinais acontecerá nesta sexta-feira.

    Leia tudo sobre: Futebol