Tamanho do texto

Publicação do jornal italiano "Gazzetta dello Sport" informa que o clube de milão oferecerá mais de R$ 36 milhões por temporada ao argentino

Diego Simeone tem feito bons trabalhos com o Atlético de Madri desde que chegou ao clube, em 2011, tanto que o time briga por títulos em praticamente todas as temporadas. Por conta disso, a Inter de Milão deseja ter o treinador já a partir da próxima temporada e, conforme informa o jornal italiano "Gazzetta dello Sport", não poupará esforços para conseguir.

Leia também: Torcedores atiram ratos mortos no gramado durante o maior clássico da Dinamarca

Em baixa, a Inter de Milão quer voltar a brigar pelo título do Campeonato Italiano e se classificar à Liga dos Campeões e acredita que o nome de Simeone é o melhor para alcançar tais objetivos. E a diretoria chinesa, que recentemente assumiu o clube, deve abrir os cofres.

Diego Simeone é cotado para assumir a Inter de Milão
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Diego Simeone é cotado para assumir a Inter de Milão

Segundo a publicação, a Internazionale pretende oferecer entre 10 milhões de euros (R$ 33 milhões, na cotação atual) e 11 milhões de euros (cerca de R$ 36,5 milhões) por cada uma das cinco temporadas. Caso o contrato seja concluído, ele se igualará a José Mourinho, único técnico que recebeu tanto para dirigir a equipe italiana e conquistou a Liga dos Campeões de 2009-10.

Leia também: Luis Enrique otimista contra a Juve: "Nosso objetivo é fazer cinco gols"

o clube italiano já tem, porém, outro nome em mente, o do italiano Antonio Conte, que assumiu o Chelsea nesta temporada e contrato válido até 2019, além disso, briga e tem grandes chances de conquistar o Campeonato Inglês, por isso, uma saída agora é menos provável.

A Internazionale não joga a Liga dos Campeões desde a temporada 2011-12 e atualmente está no meio da tabela do Italiano.

Carreira de Simeone

Diego Simeone, hoje com 46 anos, jogou na Inter de Milão e conquistou uma Copa da Uefa, em 1997-98. Atuou também na Lazio e no próprio Atlético de Madri, além de defender as cores da seleção argentina.

Leia também: CBF registra mais de 600 transferências de atletas para o exterior neste ano

Como técnico, Simeone passou pelo Racing, Estudiantes, River Plate, San Lorenzo, na Argentina, o Catania, na Itália e está no clube de Madri desde 2011. Nos Colchoneros, conquistou a Liga Europa, Supercopa da Uefa, o Campeonato Espanhol, a Copa do Rei, a Supercopa da Espanha, além de dois vices da Liga dos Campeões.

    Leia tudo sobre: Futebol