Tamanho do texto

Mãe da criança alega que o jogador espanhol teria dado uma bolada no filho de seis meses, que sofreu traumatismo craniano leve e concussão

Victoria Diethardt e seu filho Mark, de seis meses
Reprodução/ The Sun
Victoria Diethardt e seu filho Mark, de seis meses

Victoria Diethardt, de 29 anos, estava com seu filho Mark, de seis meses, em um parque privado de Londres quando o bebê foi atingido com uma bolada na cabeça. De acordo com a mãe, o chute que atingiu a criança teria sido dado pelo jogador espanhol Cesc Fàbregas.

LEIA TAMBÉM: Canadá, Estados Unidos e México lançam candidatura para Copa de 2026

A mulher conta que Fàbregas estava jogando futebol com os filhos no local, que vale reforçar, proíbe jogos de bola. "A bola o atingiu muito forte na lateral da cabeça e ele estava tremendo", disse Victoria ao jornal inglês "The Sun".

A mãe de Mark ainda alega que não sabia quem era o jogador, até que quando ele saiu, as outras pessoas do parque disseram-lhe. "Eu não ia deixá-los ir embora sem saber quem tinha sido o responsável. Quando perguntei ao homem seu nome, sua esposa deu um passo adiante e disse que ela era Daniella e me deu seu número", contou.

Fàbregas e a esposa, Daniella Semaan
Reprodução
Fàbregas e a esposa, Daniella Semaan

"Ela insistiu que uma de suas filhas tinha chutado a bola, não seu parceiro. Ela ainda disse que me ligaria naquela noite para saber como Mark estava, mas eu não ouvi nada", disse Victoria. "Ela olhou para meu filho e disse 'Tenho certeza que ele vai ficar bem', mas eu me pergunto como ela se sentiria se fosse seu bebê?"

LEIA TAMBÉM: Ex de Maradona revela fantasias sexuais do craque e não dá nota 10 em um quesito

Consequências

Após o impacto, Mark foi encaminhado ao hospital, onde foi examinado por um especialista. Os médicos dizem que o bebê sofreu de um leve traumatismo craniano e concussão.

"Mark era um pequeno raio de sol até ser atingido pela bola. Agora eu tenho um menino diferente e eu estou frenética. Ele era cheio da vida, mas depois que aconteceu, ele dormiu o dia inteiro e quando acordou ficou olhando para o espaço", contou a mãe.

Victoria ainda defende que o meia do Chelsea deverá bancar os cuidados de saúde do bebê de seis meses. "Fàbregas é rico o suficiente para pagar os cheques de saúde para meu filho. Se for comprovado que ele sofreu sequelas, Fàbregas deve pagar pelo resto de sua vida", disse.

LEIA TAMBÉM: Ele jogou no Flamengo e agora será protagonista de novela Global

Em resposta às acusações de Victoria, o porta-voz de Fàbregas disse: "A filha de Daniella chutou a bola - e não fortemente - e atingiu o bebê. Daniella e sua filha se desculparam profundamente e além de ligar, Daniella enviou mensagens de texto para saber se o bebê estava bem. Quando não obtiveram respostas, presumiram que não havia motivo para preocupação".