Tamanho do texto

Presidentes das federações dos três países anunciaram oficialmente a intenção de sediar a Copa de 2026, que terá 48 seleções e exigirá 12 sedes

O Canadá, os Estados Unidos e o México lançaram oficialmente nesta segunda-feira sua candidatura para sediar a Copa de 2026. Pela primeira vez, três países propõem fazer o Mundial de maneira conjunta. Em apenas uma edição dois países chegaram a sediar uma Copa, foi em 2002, com o Japão e a Coreia do Sul.

Leia também: Fifa anuncia plano para Copa do Mundo com sistema de playoff de seis seleções 

Durante o anúncio em Manhattan, os presidentes das três federações de futebol se disseram confiantes na candidatura da Copa de 2026 - já que os europeus e os asiáticos não podem se candidatar por sediarem as duas próximas edições do evento, em 2018 na Rússia e em 2022 no Catar. A Fifa quer manter o "rodízio" de continentes sediando a competição.

Estados Unidos, Canadá e México lançaram candidatura oficial para sediar a Copa de 2026
Reprodução
Estados Unidos, Canadá e México lançaram candidatura oficial para sediar a Copa de 2026

O anúncio ocorre em um momento de grande tensão política entre as três nações, já que o governo de Donald Trump quer construir um muro na fronteira entre Estados Unidos e México e ainda tem visões opostas da situação internacional com o líder do governo canadense, Justin Trudeau.

Leia também: Fifa aprova novo formato da Copa do Mundo com 48 seleções

No entanto, na esfera esportiva, o discurso é de união. Até hoje, a Copa do Mundo sempre foi sediada por apenas um país - com a exceção de 2002, quando Coreia do Sul e Japão realizaram o evento conjuntamente.

Outras mudanças

Além de ser inédito haver uma possível sede tripla, o Mundial de 2026 será o primeiro com a modificações propostas e aprovadas pelo presidente Gianni Infantino. Serão 48 equipes na disputa, com uma espécie de "playoff" meses antes para definir as últimas vagas. Além disso, serão exigidas 12 sedes no total.

Leia também: "France Football" dedica capa a Neymar: "Ele quer a Bola de Ouro"

Essa também é a primeira candidatura oficial para sediar o evento. Colômbia, Marrocos e uma Copa conjunta entre Austrália e Nova Zelândia já demonstraram interesse em ter a Copa de 2026, mas não há apresentação oficial ainda.