Tamanho do texto

Número de atletas brasileiros desta temporada no futebol dos Estados Unidos é o mesmo de 2016, mas menor em relação a 2015

Lembra do Ibson? Ele será um dos 13 brasileiros da MLS em 2017
Site oficial
Lembra do Ibson? Ele será um dos 13 brasileiros da MLS em 2017

Vai começar a MLS (Major League Soccer), principal torneio de futebol profissional dos Estados Unidos que conta com algumas estrelas do futebol, como Kaká, por exemplo. Por falar no ex-são-paulino, ele é um dos 13 brasileiros que estarão em ação na competição que se inicia neste mês de março e acaba em dezembro - a temporada regular, antes do mata-mata, termina em outubro.

Leia também: Saiba quais são os 24 brasileiros do Campeonato Chinês de 2017

A MLS deste ano será disputada por 22 equipes, sendo que elas estão divididas em duas conferências, a leste e a oeste, com 11 em cada uma. Nesta temporada, dois clubes farão suas estreias: Atlanta United e Minnesota United. Este último conta em seu elenco com o brasileiro Ibson, ex-Flamengo, Corinthians e Sport.

Kaká continua sendo o grande destaque brasileiro da MLS
Divulgação
Kaká continua sendo o grande destaque brasileiro da MLS

No total, são 10 times que possuem jogadores brasileiros, enquanto outros 12 não apostam em atletas nascidos no Brasil. Orlando City, Houston Dynamo e Philadelphia Union terão à disposição dois brasileiros cada.

Apesar do crescimento da Major League Soccer, com grandes nomes do futebol mundial chegando ao torneio recentemente, como Giovinco, David Villa, Drogba, Lampard e Gerrard, o número de nomes do Brasil não cresceu. Em 2015 eram 17; já em 2016 foram 13, mesma quantidade de 2017.

Leia também: "Messi no meu time? Nem de graça", diz presidente de clube turco

Alguns nomes deixaram a MLS desde o ano passado. O mais emblemático e conhecido é o experiente meia-atacante Julio Baptista, que foi companheiro de Kaká no Orlando City e não vingou. Outros brasileiros que não tiveram seus contratos renovados foram os atacantes Getterson (Dallas) e Pedro Ribeiro (Orlando), o zagueiro Anderson Conceição (Chicago Fire) e o lateral Rodrigo Ramos (Chicago Fire).

Vale destacar que Benny Feilhaber, meia do Sporting Kansas City, nasceu no Rio de Janeiro e se mudou para os Estados Unidos com seis anos de idade. Apesar de ser brasileiro de nascença, ele é naturalizado norte-americano e defende as cores da seleção do país.

Veja quem são os brasileiros da MLS de 2017:

Chicago Fire : Juninho (meia)

Columbus Crew : Artur (meia)

DC United : Marcelo Sarvas (meia)

Houston Dynamo : Alex (meia) e Leonardo (zagueiro)

Minnesota United : Ibson (meia)

New York Red Bulls : Felipe Martins (meia)

Orlando City : Kaká (meia) e PC (meia)

Philadelphia Union : Ilsinho (meia) e Fabinho (lateral)

San Jose Earthquakes : Matheus Silva (meia)

Sporting Kansas City : Igor Julião (lateral)

Leia também: Morre lenda do futebol francês e ex-jogador histórico do Real Madrid

Em 2016

Na temporada passada da MLS, o FC Dallas foi o clube de melhor campanha na primeira fase da competição, mas caiu na semifinal de conferência diante do Seattle Sounders, que se sagraria campeão nacional após vencer o Toronto FC na grande final - empate por 0 a 0 no tempo normal e triunfo nas penalidades.

    Leia tudo sobre: Futebol