Tamanho do texto

Jelena Polic, vice-presidente do Rad Belgrado, defendeu seus torcedores que ofenderam de forma racista o brasileiro Everton Luiz, jogador do Partizan

Jelena Polic, vice-presidente do Rad Belgrado
Reprodução/ Facebook
Jelena Polic, vice-presidente do Rad Belgrado

No último domingo (19), o brasileiro Everton Luiz, do Partizan Belgrado, saiu de campo chorando após ser alvo de racismo por parte da torcida do Rad Belgrado. Todas as vezes que o jogador pegava na bola, a arquibancada rival fazia sons de macaco. No fim do jogo, o meio-campista fez gestos obscenos em direção à torcida do Rad.

LEIA MAIS: Técnico do brasileiro que sofreu racismo pede punição ao próprio atleta

Jelena Polic, de 25 anos, é vice-presidente do Rad Belgrado e se manifestou sobre o caso com uma publicação no Facebook. Em texto irônico, a dirigente critica o jogador alvo de racismo e defende os torcedores e atletas do seu time.

Post de Jelena Polic no Facebook
Reprodução/ Facebook
Post de Jelena Polic no Facebook

"Toda esta história sobre este 'grande' Everton e tudo o que aconteceu no jogo entre Rad e Partizan é tendenciosa e triste. Por que não mencionam os insultos que o 'Sr. Bebê-chorão' dirigiu a Nikola Drincic durante o jogo?! Ele agrediu Vladimir Rodic e mostrou o dedo do meio aos torcedores. Mas nós é que somos racistas e nacionalistas", escreveu Polic. A publicação foi deletada algumas horas depois.

LEIA MAIS: Três ex-ginastas da seleção dos EUA acusam médico por abuso sexual

"Aparentemente, precisamos respeitar aos outros mais do que nós mesmos, enquanto a equipe do Partizan tem 7 jogadores estrangeiros. E então falsas lágrimas e toda aquela falsa história de 'Eu amo a Sérvia e a vejo como minha casa'. Por que você não volta para o Brasil, mostra seu dedo escuro para eles e xinga as mães brasileiras?"

O post termina com a frase "Diga não ao racismo", escrita de forma irônica e acompanhada de emojis "chorando de rir".

Brasileiro chocado

Brasileiro Everton Luiz foi alvo de racismo durante jogo do Campeonato Sérvio
Reprodução / Facebook
Brasileiro Everton Luiz foi alvo de racismo durante jogo do Campeonato Sérvio

"Não consegui conter as lágrimas ao enfrentar insultos racistas das arquibancadas durante os 90 minutos", disse Everton Luiz à imprensa local. "Fiquei ainda mais chocado com a atitude dos jogadores adversários que, em vez de acalmar as coisas, apoiaram esse comportamento", completou.

LEIA MAIS: A pedido de Pep Guadiola, Gabriel Jesus passou a comer peixe; por que será?

O futebol sérvio sempre foi marcado por episódios de racismo nos últimos anos, incluindo cantos da torcida contra jogadores negros da Inglaterra em um jogo entre as duas seleções na categoria sub 21, há cinco anos.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.