Tamanho do texto

Ximena Suarez e Erwin Tumiri foram os únicos dos nove tripulantes a sobreviver ao acidente na Colômbia

Ximena Suarez publicou foto ao lado de colegas mortos no acidente
Reprodução/Facebook
Ximena Suarez publicou foto ao lado de colegas mortos no acidente

Os colombianos Ximena Suarez Otterburg e Erwin Tumiri são dois dos seis sobreviventes do acidente aéreo no noroeste da Colômbia. Ambos faziam parte da tripulação do voo que ia em direção a Medellín.

Leia mais: Cresce hipótese de falta de combustível em avião da Chapecoense

Após uma escala em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, a aeronave seguiu trajeto para a Colômbia. O acidente aconteceu em Cerro Gordo, no município de La Unión, no departamento colombiano de Antioquia. O local está localizado cerca de 30 quilômetros do destino final, que seria o aeroporto José María Córdova.

Luis Pérez, governador de Antiquoia, conversou com a comissária Ximena Suárez, que está no hospital e deu entrevista à rede local Caracol. "O pouco que ela falou foi que as luzes começaram a desligar de forma gradual e que em 40, 50 segundos ela sentiu a pancada. Ela se recorda até aí. É a única evidência que temos. Não podemos aumentá-la ou menosprezá-la para não atrapalhar a investigação."

Leia mais: Conheça mais sobre os sobreviventes da tragédia da Chapecoense

Nesta quarta-feira (20), a comissária de bordo e única mulher sobrevivente publicou uma foto em seu perfil do Facebook na qual aparece ao lado do piloto Miguel Quiroga, e dos tripulantes Romel Vacaflores e Sisy Arias, ambos vítimas do acidente.

Dezenas de pessoas e amigos escreveram mensagens de solidariedade à Ximena, dizendo que ela teve sorte por ter sobrevivido. Além dela e de seu colega de trabalho Erwin Tumiri, os outros sobreviventes foram os jogadores Jakson Follmann, Alan Ruschel e Hélio Zampier Neto e o jornalista Rafael Henzel.

Leia mais: Noiva de Alan Ruschel pediu para jogador não viajar

Protocolo de segurança

O técnico da companhia aérea Lamia Erwin Tumiri foi o outro tripulante do voo que sobreviveu. Ao jornal local, ele contou que minutos antes da queda do avião, muitos passageiros entraram em pânico e se levantaram dos seus assentos.

Tumiri disse que só está vivo porque seguiu o protocolo recomendado para acidentes aéreos. "Coloquei as maletas entre as pernas para formar a posição fetal", completou.

Os pilotos Miguel Quiroga, Ovar Goitia e Sisy Arias, além dos tripulantes Rommel Vacaflores, Alex Quispe, Gustavo Encinas e Angel Lugo morreram no acidente.


    Leia tudo sobre: futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.