Tamanho do texto

Cristiano Ronaldo comentou sobre a final da Euro 2016 e quais eram as expectativas para o jogo contra a França

Cristiano Ronaldo, atacante da seleção portuguesa
Reprodução/Twitter
Cristiano Ronaldo, atacante da seleção portuguesa

Em entrevista à revista francesa France Football, Cristiano Ronaldo revelou quais eram suas expectativas para a final do Campeonato Europeu de 2016. A seleção de Portugal enfrentou a França, no Stade de France, no dia 10 de julho. Durante a partida, Portugal venceu por 1 a 0 a seleção local no estádio nacional francês, em Paris.

Leia mais: 'Marica'? Cristiano Ronaldo bate-boca com rival do Atlético de Madri

Cristiano Ronaldo contou também que jogar no Real Madri e na Seleção de Portugal "são mundos totalmente diferentes". O jogador afirma que na seleção portuguesa, tinha um sentimento de fazer um trabalho específico "porque os jogadores me veem mais como um líder, alguém que os ajuda e os protege".

"Não senti tanta pressão como, por exemplo, senti com o Real Madrid na final da Champions", comentou o jogador sobre estar na final da Euro 2016. "Em Portugal sabíamos que não tínhamos nada a perder".

Em relação à concentração antes da decisão, o camisa 7 disparou: "Bem, quando acordei percebi que estava na cama com três belas loiras (risos). Agora falando sério, acordei consciente de que era um dia realmente importante, que iria jogar uma final contra a França, um momento único. Quando fui para o café da manhã, vi meus colegas e percebi que era um ambiente positivo".

Leia mais: Cristiano Ronaldo ganha chuteira que relembra jogo histórico

"Eu estava convencido de que a serenidade era a chave de tudo. Sabíamos que tínhamos uma grande vantagem: não éramos os favoritos!" Nos minutos que antecederam a partida final, Cristiano comentou que os franceses "sorriam muito, pareciam muito felizes" durante o aquecimento.

O craque ainda contou que, tempos depois da final, estava em Miami e conheceu Antoine Griezmann, atacante francês. "Ele veio até minha mesa e disse com um sorriso: Cristiano, eu te odeio".

Leia mais: Com Neymar, Fifa divulga lista dos candidatos ao prêmio de melhor jogador do ano

BOLA DE OURO DA FIFA

Foi a revista francesa que, em 1956 passou a entregar anualmente o prêmio Ballon d'Or (bola de ouro, em francês). Até 1995 somente jogadores europeus concorriam ao prêmio de melhor jogador. A consagrada honraria da revista ficava atrás somente do prêmio de Melhor Jogador do Mundo, que era entregue pela Fifa.

Em 2010, os dois prêmios se integraram e resultaram no Bolda de Ouro da Fifa, o mais respeitado prêmio do futebol mundial.

Cristiano Ronaldo está concorrendo mais uma vez ao prêmio, sendo um dos grandes favoritos dentre os 23 jogadores da lista. O português já foi eleito melhor jogador do mundo por três anos. O vencedor ao prêmio de Melhor Jogador 2016 será coroado no dia 9 de janeiro de 2017, em Zurique, Suiça.

    Leia tudo sobre: futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.