Tamanho do texto

Pallesi comenta os lances que geraram discussão no final de semana no mundo da bola. Jogos do Corinthians, Palmeiras e Inter tiveram erros

O erro de arbitragem foi uma figura de destaque na 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Pelo menos três jogos tiveram erros claros de marcação e renderam muita discussão no final de semana. O colunista do iG, Guilherme Pallesi aborda e o tema e diz: "A culpa não é dos juizes".

Leia também: Presidente do Flamengo não acompanha futebol

Pensando em reverter ou pelo menos diminuir o número de erro de arbitragem , o chefe de arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Coronel Marinho, afirmou que os enganos vão render cursos de reciclagem aos árbitros envolvidos e ‘rebaixamento’ para outras competições.

“Eu não gosto da palavra punição. Existe um trabalho de melhoria do árbitro. Isso é feito com os árbitros e com os assistentes. Então existem outras competições para que eles possam estar atuando novamente, para que possamos estar reavaliando se é caso de voltar ou não para uma Série A”, comentou Marinho.

Os nomes de Dewson de Freitas (que apitou Palmeiras 3 x 1 Cruzeiro), Caio Vieira (árbitro de Santos 1 x 0 Atlético-PR) e Sávio Pereira Sampaio (árbitro de Internacional 2 x 1 Vitória) foram citados pelo chefe de arbitragem. Junto com os auxiliares, os árbitros serão enviados aos cursos de reciclagem.

#RESPEITAASMINAS: Marta é eleita melhor do mundo pela Fifa pela sexta vez

Contestado pelos comentaristas de arbitragem na televisão, o Coronel Marinho disse em entrevista ao jornalista PVC que as críticas são normais e não considera uma mudança no ‘técnico dos árbitros’. “O que é preciso entender é que existe um trabalho muito sério sendo feito. Não é hora de trocar nada, não”.

Os constantes erros aumentam o apelo pelo árbitro de vídeo (VAR) no Campeonato Brasileiro. No início deste ano, a CBF apresentou uma proposta aos clubes da Série A para que fosse instalada a tecnologia, mas com o custeio de R$ 1 milhão por equipe. A  maioria dos clube recusou  por acreditar que a organização do campeonato deveria arcar com as despesas.

O VAR é utilizado na Copa do Brasil e, no ano que vem, marcará presença em torneios estaduais como o Paulistão e o Campeonato Carioca.

Leia também: Por erros de arbitragem na 27ª rodada do Brasileirão, juízes farão reciclagem

Desde 2016, quando a CBF anunciou a criação de uma Comissão de Arbitragem que avaliaria o desempenho dos árbitros nas partidas da Série A e B, o curso de reciclagem foi inserido como forma de ‘punição’ aos profissionais que cometem  erro de arbitragem  . Comandada pelo português Vitor Pereira, a Comissão elege também os melhores juízes de cada rodada.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.