Tamanho do texto

O Santos foi um misto de expectativa e frustração nesta temporada. Tudo bem que ela não acabou, mas, conseguir uma vaga na Libertadores pode ser considerado um título no ano de 2018. Aqui vai minha visão sobre os problemas que transformaram o Peixe em uma equipe comum nos campeonatos que disputou.

O que acontece com o Santos em 2018 ? Essa resposta vale uma temporada de 2019 bem mais tranquila e com conquistas. Pelo menos esta é a minha visão sobre a catástrofe que foi o Peixe no ano. Os erros superaram os acertos na administração do futebol alvinegro

O Santos em 2018 foi um espaço para testes. Executivos e gerentes de futebol que deixaram o clube na temporada (Ricardo Gomes, Gustavo Vieira e William Machado), jogadores que chegeram e não resolveram, Libertadores perdida por utilização de jogador irregular (Carlos Sanches).

Assista: Emoção, risos e história do futebol. A vida do ex-atacante Juary

O que dizer do Santos ter ficado para trás no Campeonato Paulista? O que falar do Santos fracassar na Copa do Brasil ? Na Libertadores? Sim! Copa do Brasil e Libertadores o Santos seguiu firme até onde deu. Mas concordam que poderia ir além? Eu não! Eu entendo que o Peixe foi longe demais com o que tem, com o elenco que tem (assista no vídeo acima) .

Claro que o elenco apresentado para a temporada não foi culpa do J air Ventura, do Cuca ou de quaisquer dirigentes que passaram pela administração do futebol santista. O grande problema foi não ter alguém que escolhesse um grupo com equilíbrio técnico para disputar grandes competições e arrecadar dinheiro e garantir um ano de 2019 bem mais calmo.

Assista: "Quando o Pelé acordava feliz não tinha espetáculo"

E um outro erro se aponta. A ausência no mercado da bola para "chegar primeiro" na busca por reforços. A escolha de Renato para Executivo de Futebol foi mais do que acertada, porém, cadê o Renato na resolução dos problemas de bastidores como renovações, definições e etc?  Não está lá! Renato ainda é jogador de futebol profissional e viaja e fica no banco de reservas de todas as partidas.

Mas será que ele não está resolvendo a permanência do Gabigol , Dodô, Cuca? Não! Ele não está resolvendo isso. Se estivesse a frente de todo o processo citado já teria uma definição (assista no vídeo acima) . Sabemos também que Renato não tem carta branca do presidente para definir valores. Quem dá a última palavra é José Carlos Peres

Assista: "O gol mais bonito que fiz foi pelo Palmeiras"

O torcedor não tem culpa destes "imprevistos" que ocorreram na temporada. O torcedor quer saber o que aconteceu com o Santos em 2018 . Ele quer mais...quer soluções para 2019. Minha opinião detalhada sobre isso no vídeo acima.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.