Tamanho do texto

A Copa Intercontinental 2019 terá Flamengo, AEK (Grécia), Austin Spurs e San Lorenzo Almagro (ARG). Os jogos acontecem em 15 e 17 de fevereiro

Austin Spurs, time da G-League da NBA, participará de competição no Rio de Janeiro
Divulgação
Austin Spurs, time da G-League da NBA, participará de competição no Rio de Janeiro

Atual campeão da NBA G League, o Austin Spurs, equipe afiliada ao San Antonio Spurs (NBA), confirmou presença e vai disputar a Copa Intercontinental FIBA 2019, competição que será realizada entre os dias 15 e 17 de fevereiro, na Arena Carioca 1, no Rio de Janeiro.

Leia também:  Desafio dos 10 anos - Confira os elencos das equipes brasileiras em 2009

Esta será a primeira vez que uma equipe da NBA G League participa de uma competição no Brasil. Além dos Spurs, estão confirmados também o AEK Athenas (Grécia), campeão da Basketball Champions League, o San Lorenzo de Almagro, campeão da Liga das Américas, e o anfitrião Flamengo (RJ), último brasileiro campeão da Copa Intercontinental FIBA (2014). Inclusive, essa será a primeira vez que as três ligas se confrontarão.

O campeonato será disputado no formato de duas semifinais, no dia 15 de fevereiro, com a decisão de 3º lugar e a grande final no dia 17. Nas semifinais, estarão frente a frente San Lorenzo de Almagro e AEK, em um dos confrontos, enquanto o Austin Spurs encara o Flamengo.

Fundado em 2001, o Austin foi campeão pela primeira vez em 2012 ainda como Toros. Em 2014, passou a ser Spurs e, na temporada passada (2018), sob o comando de Blake Ahearn (ex-jogador do Austin), voltou a vencer o campeonato (são quatro títulos na Conferência Oeste / 2018-2012-2008-2005).

Já passaram pela equipe do Austin nomes conhecidos como Danny Green e Cory Joseph (campeões da NBA em 2014 pelo San Antonio Spurs), o sérvio Boban Marjanovic, Alonzo Gee (‘Calouro do Ano’ da NBA G League em 2010) e Tim Hardaway Jr., além de Quin Snyder, atual técnico do Utah Jazz, que comandou a equipe entre 2007 e 2010.

Leia também:  James Harden supera Kobe Bryant e atinge marca histórica na NBA

Andreas Zagklis, secretário-geral da FIBA, comentou sobre a competição. “Estamos empolgados em trazer a Copa Intercontinental da FIBA de volta às Américas e celebrar esta edição na excelente quadra olímpica de basquete do Rio de Janeiro, que foi sede de tantos grandes momentos durante os Jogos de 2016”.

A importância do evento foi citada também por Mark Tatum, subcomissário da NBA. “Ter o Austin Spurs jogando na Copa Intercontinental representa uma oportunidade fantástica, não apenas para que os jogadores demonstrarem suas habilidades da NBA, mas também para que a própria liga seja representada no cenário internacional”, comemorou Tatum.

Leia também:  Governo turco pede extradição de pivô do Knicks por conspiração; entenda

A competição teve sua última edição em San Cristóbal de la Laguna, na Espanha, em setembro de 2017, contou com a presença do Iberostar Tenerife (ESP), campeão da Basketball Champions League, que venceu por 76 a 71 contra o Guaros de Lara (Venezuela), então campeão da Liga das Américas.

    Leia tudo sobre: NBA