Tamanho do texto

A agência espacial norte-americana convidou o atleta do Warriors a visitar o laboratório central em Houston em sua próxima passagem pela cidade

Stephen Curry ri ao lado de Kevin Durant durante partida do Golden State Warriors
Divulgação
Stephen Curry ri ao lado de Kevin Durant durante partida do Golden State Warriors

Dias depois de Stephen Curry dizer que não acredita que o homem chegou à lua , a NASA o convidou para conhecer as instalações da agencia espacial e conhecer as ‘diversas provas’ de o fato histórico realmente aconteceu.

O porta-voz da agencia, Allard Beutel, foi o responsável por emitir o convite a Stephen Curry .

“Há muitas provas de que a NASA levou 12 astronautas americanos à Lua entre 1969 e 1972. Teríamos todo o prazer em que Curry visitasse o laboratório lunar no Johnson Space Center em Houston, talvez na próxima vez que os Warriors estiverem na cidade para jogarem contra os Rockets”, disse.

Beutel também comentou sobre os artefatos que o atleta do Golden State Warriors pode encontrar na sede da agencia. “Temos centenas de quilos de rochas lunares armazenadas lá, e o controle da missão Apollo. Durante sua visita, ele pode ver em primeira mão o que fizemos há 50 anos atrás, bem como o que estamos fazendo agora para voltar à Lua nos próximos anos, mas desta vez para ficar”.

Leia também:  Atlético-PR muda nome e escudo e a internet não perdoa. Veja os memes

Em sua defesa, Curry apenas retwitou a notícia da CNN sobre o convite da Nasa e publicou um emoji com óculos escuros.

Em 20 de julho de 1969, às 20h17min, o voo espacial tripulado por três norte-americanos, conhecido mundialmente por Apollo 11 pousou na Lua. O comandante Neil Armstrong e os pilotos Buzz Aldrin e Michael Collins fizeram parte da operação.

Entenda o caso: Stephen Curry participou do podcast chamado Winging It organizado pelos jogadores do Atlanta Hawks, Kent Bazemore e Vince Carter, ao lado do companheiro de equipe Andre Iguodala e fez a indagação:

“Nós já fomos à Lua?”, disse o atleta.

Em resposta, um sono “não”, então ele continuou “Também acho que não”.

Não é a primeira vez que um jogador de basquete da NBA contraria a ciência. Em novembro de 2017 Kyrie Irving, armador do Boston Celtics, comentou afirmou que a terra não é plana . Meses antes, Irving também colocou em cheque a existência dos dinossauros.

O encontro entre Stephen Curry e as provas da NASA ficará para o ano que vem, mais precisamente em 13 de março de 2019, as 22h30 (horário de Brasília).

    Leia tudo sobre: NBA
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas