Tamanho do texto

LeBron James e Kevin Durant voltaram a falar suas opiniões sobre o presidente dos Estados Unidos Donald Trump

LeBron James e Kevin Durant foram juntos medalha de ouro pela seleção dos EUA nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012
Reprodução
LeBron James e Kevin Durant foram juntos medalha de ouro pela seleção dos EUA nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012

LeBron James e Kevin Durant nunca esconderam suas insatisfações com Donald Trump. Durante uma entrevista com a jornalista Cari Champion, os dois jogadores de basquete voltaram a criticar o presidente dos Estados Unidos, no cargo desde janeiro de 2017.

Leia também: LeBron segue no topo: confira quais são os dez jogadores que mais ganham na NBA

"Bem, o clima está quente. O cara do emprego número um na América, a pessoa eleita, é alguém que não entende o povo. Na verdade, que não dá a mínima para o povo", afirmou LeBron James. O ídolo do Cleveland Cavaliers ainda revelou que, quando era criança, costumava ter o homem no cargo da presidência dos Estados Unidos como um exemplo. Mas que com Trump, isso não é possível de acontecer.

"Você nunca pensa que pode ser um deles, mas pega inspiração deles. Eu nunca achei que poderia ser presidente dos Estados Unidos, mas eu me inspirava com eles. Agora, o momento não é nada bom com o atual presidente. Então, enquanto não podemos mudar o que vem da boca dele, o que podemos fazer é continuar alertando as pessoas para olharem para nós, que nos escutem, que vejam que esse não é o caminho", disse o camisa 23 do time de Ohio.

Leia também: LeBron James no Warriors? Ídolo do Cavs pode se juntar à equipe da Califórnia

Pitaco de Durant

Já Kevin Durant, que também já não demonstrou interesse em ir à Casa Branca para a tradicional visita dos campeões ao presidente, falou novamente sobre Donald Trump . “Não, não vou. Não respeito a pessoa que está lá no momento, não concordo com ele e vou me fazer escutar não indo à Casa Branca”, chegou a afirmar à ESPN norte-americana após a vitória do Warriors na NBA 2016/2017.

Leia também: Corrida de bebês é a coisa mais fofa que você poderia ver na rodada da NBA

"Estamos falando sobre liderança e o que está ocorrendo no nosso país é sobre liderança. Eu aprendi muito sobre isso jogando basquete. Muitas das minhas habilidades na vida vieram do basquete . Você precisa empoderar as pessoas ao seu redor, incentivar as pessoas. Isso é o que constrói um grande time. Pensando no nosso time, como país, não estamos sendo comandados por um grande técnico", disse o ala do Golden State Warriors, que possui pensamento similar ao companheiro de seleção norte-americana LeBron James.

    Leia tudo sobre: Donald Trump NBA